Pato Branco entrou no mapa mundial do futebol com a ascensão de dois personagens ilustres na cidade: Alexandre Pato, do Milan, e Rogério Ceni, do São Paulo.

O município foi imortalizado também por uma narração de rádio, que virou tema de abertura do punk rock “Lá se vai o campeonato”, da banda paulista Flicts. No entanto, o título de sábado mostrou que o Pato Branco Esporte Clube também tem força pra fazer bonito no futebol. O Tricolor do Sudoeste foi campeão paranaense da 3.ª Divisão 2009.

A conquista veio no território inimigo, com um placar de responsabilidade. Goleada por 4 a 0, sobre o Futebol Clube Cascavel, em pleno Estádio Olímpico Regional.

Ainda no 1.º tempo, o Tricolor abriu três de vantagem. Ao contrário do misterioso e folclórico pênalti da narração que ganhou o Brasil pela internet, Henrique cobrou bem e balançou as redes para o Pato Branco.

Canela, inspirado nos conterrâneos famosos, foi o artilheiro do dia. Marcou mais dois e enterrou o Cascavel no Estádio Olímpico Regional. Na etapa final, apesar de todo esforço do time da casa, Neto colocou os jogadores de Belletti do Chelsea na humildade e finalizou o placar para alegria dos visitantes.

É o terceiro título do tradicional Pato Branco Esporte Clube, time do presidente Ivo Honesko. Fundado em novembro de 1979, o Tricolor já havia sido campeão na 2.ª divisão do Paranaense, em 81 e 86, e por muitos anos figurou na divisão de elite do futebol estadual.

Pato Branco e Cascavel agora vão aguardar o arbitral das Federação Paranaense de Futebol, que ocorre no início de dezembro, para definir metas e se preparar para disputa da Segundona do estadual, que pode ocorrer já no início de 2010.