O último treino do Paraná Clube antes da partida contra o Bahia, que acontece neste sábado(21), às 16h30, na Vila Capanema, pela segundarodada da Série B do Campeonato Brasileiro, foi regado a muita conversa e cobrança. Antes da atividade, na Vila Capanema, jogadores e comissão técnica se reuniram para cobrar um melhor desempenho e para que o grupo esteja mobilizado novamente para a sequência dasegundadivisão.

“A cobrança cada um tem que tera sua própria. Diante de todas as dificuldades que o futebol nos impõe, a cobrança é importante. Todos os jogadores sabem da importância que cada um tem para conseguirmos o nosso objetivo”, apontou o lateral-esquerdo Fernandes, que deve retornar ao time paranista no lugar de Rafael Carioca, suspenso.

Apesar das derrotas sofridas para o Brasil de Pelotas, na largada da Série B, e diante da Chapecoense, que resultou na eliminação do Tricolor da Copa do Brasil, o atacante Robert garantiu que o time está confiante para a sequência da Segundona. O centroavante afirmou que, a partir de agora, cada partida será encarada como final de campeonato.

“O Paraná é uma grande equipe e não será esses dois jogos que tivemos derrotas que vai nos abalar. Acho que o time está bem confiante, está apenas no início. Aprendemos também com essas duas derrotas para que não voltem a acontecer nos próximos jogos. Tivemos uma conversa agora no vestiário e fechamos onde cada jogo vai ser um final de campeonato para a gente. Só assim que a gente pode conseguir o objetivo que é o acesso”, apontou Robert.

Com a conversa e com o discurso agora bem alinhado, o Tricolor precisa reagir e terá a chance de conquistar seus primeiros pontos na Série B diante do Bahia. Adversário que Robert conhece bem, já que há duas semanas atrás o centroavante paranista defendia as cores do Vitória.

“Acho que cada jogador tem que fazer uma autocrítica dos jogos que fez. Eu particularmente vou começar agora, mas conversei com meus companheiros. Todos tem que falar um pouco, dar a cada a tapa e saber que amanhã será um jogo muito difícil também, como foram os outros. Temos a chance jogando em casa, dependemos também da nossa torcida e esperamos que eles compareçam amanhã”, concluiu Robert.