Em uma noite de nenhuma inspiração, o Paraná Clube perdeu para o Londrina, por 3×0, no estádio do Café. Nesta terça-feira (30), o Tricolor confirmou sua segunda derrota consecutiva na Série B do Campeonato Brasileiro, depois de ter vivido uma boa fase na competição, com direito a cinco vitórias seguidas. Com 22 pontos somados o time paranista aguarda o final da 13ª rodada para saber se ainda permanecerá no G4 ou se vai sair da área de classificação à Série A.

+ Veja como foi o jogo lance a lance

A partida começou com domínio do Tubarão que conseguia trocar passes com facilidade e só não finalizava com perigo devido ao trabalho intenso da defesa paranista. Porém, com o objetivo de parar o ímpeto dos donos da casa, os jogadores do Paraná abusavam das faltas. Leandro Almeida levou amarelo aos 17 minutos por ter deixado o pé em Safira na entrada da área. O zagueiro usou a força para evitar a infiltração perigosa. Na cobrança da falta Dagoberto mandou muito longe, por cima.

Com muitos erros cometidos pela equipe do Tricolor, o Londrina cresceu na partida e construía aos poucos o gol, que depois de algumas tentativas chegou aos 31 minutos da primeira etapa. Em cobrança de escanteio na área, a bola desviou com a cabeçada de Germano na primeira trave e sobrou para Dagoberto, que completou para o fundo das redes.

A melhor chance do Tricolor no primeiro tempo foi construída aos 40, do lado esquerdo, com Bruno Rodrigues. Após receber a bola de Guilherme Santos, o camisa 11 passou por Safira com categoria e lançou para o outro lado da área. Éder Sciola chegou na velocidade e tentou chutar de primeira, mas a bola passou por cima da trave.

No segundo tempo, o Paraná continuou pressionado e não conseguiu criar repertório suficiente para sair da situação incômoda. Aos 8 minutos, Leandro Almeida falhou ao recuar para Thiago Rodrigues e deu a bola de presente para Dagoberto que por muito pouco não mandou um lençol no goleiro paranista e ampliou.

Aos 14 minutos, Bruno Rodrigues carregou pela esquerda e sozinho foi ganhando dos marcadores, mas acabou caindo na área. O juiz mandou seguir o jogo e de fora do campo o técnico Matheus Costa gritou e reclamou muito alegando que foi pênalti. O quarto árbitro sinalizou o ‘excesso’ do técnico para o juiz e o comandante paranista foi amarelado. No lance, o atacante do Paraná, que vinha sendo o melhor jogador do Paraná em campo, sentiu dores na coxa e precisou ser substituído.

+ Confira a classificação da Segundona

Faltava qualidade nas jogadas e o Paraná tentou chegar à força, apostando em jogadas individuais, na área do Londrina, mas não teve força para igualar o placar. Muito concentrado em atacar, o Tricolor abriu brecha para o adversário encontrar um contra-ataque e ampliar.

Aos 30, após Anderson Oliveira receber a bola vinda de jogada rápida, achou Luidy livre, já que os marcadores paranistas tinham subido ao ataque. O atacante, que tinha acabado de entrar, se livrou da defesa e bateu cruzado, achando o canto do gol de Thiago Rodrigues. Quando parecia que o jogo não poderia piorar para o Paraná, Luidy consolidou a vitória londrinense em uma jogada muito semelhante à anterior, quando sobrou com a bola e chutou forte para matar a partida.

Para buscar uma reabilitação diante de seu torcedor, o Paraná volta a campo neste sábado (03), para o confronto com o América-MG, na Vila Capanema.

FICHA TÉCNICA

SÉRIE B
1º Turno – 13ª Rodada

Londrina 3×0 Paraná Clube

Londrina
Matheus Albino; Raí Ramos, Diogo Silva (Wallace), Marcondes e Breno; Anderson Leite (Bruno Paulista), Germano e Higor Leite (Luidy); Anderson Oliveira, Dagoberto e Safira.
Técnico: Alemão

Paraná Clube
Thiago Rodrigues; Éder Sciola, Leandro Almeida, Rodolfo e Guilherme Santos; Luiz Otávio (Rodrigo Porto), Luan (Ramon) e Fernando Neto; João Pedro, Bruno Rodrigues (Caio Monteiro) e Jenison.
Técnico: Matheus Costa

Local: Estádio do Café (Londrina-PR)
Árbitro: Rodrigo D’alonso Ferreira (SC)
Assistentes: Helton Nunes (SC) e Thiaggo Americano Labes (SC)
Gol: Dagoberto, 31 do 1ºT, Luidy, 30 e 35 do 2ºT
Cartões amarelos: Germano (LON); Leandro Almeida (PAR) *Matheus Costa