Depois de perder para o Ceará, lá em Fortaleza, na última terça-feira (17), o Paraná Clube tenta se recuperar na Série B e não deixar escapar a vaga no G4. Mas para isso, terá pela frente um adversário duríssimo, que está em segundo lugar e tem feito uma campanha excelente jogando em seus domínios. Até agora, o América Mineiro só perdeu duas partidas na Arena Independência, para o Paysandu e para o Oeste.

Além disso, o América-MG leva uma vantagem no retrospecto histórico contra o Tricolor. Em 22 jogos entre os dois times, o Paraná só venceu 4 vezes, empatou 9 e foi derrotado 9 vezes. O time da Vila Capanema marcou apenas 13 gols nestes confrontos e levou 21. Por isso é muito bom o time de Matheus Costa ficar atento neste sábado (21), quando entrar no gramado da Arena Independência.

No primeiro turno, jogando em casa, o Paraná ficou no 1×1 contra o América. Renan Oliveira abriu o placar para os visitantes e Gabriel Dias deixou tudo igual no segundo tempo. Naquele jogo, o Tricolor ainda perdeu o zagueiro Rayan, que foi expulso, mesmo assim conseguiu segurar o empate.

Desta vez, tem muito mais coisa em jogo. Se vencer, o Tricolor toma o lugar do América e fica cada vez mais próximo do seu objetivo de voltar para a primeira divisão, mas, em compensação, se perder pode até deixar o G4. E será um duelo entre os times que têm as melhores defesas da competição. O Coelho só levou 21 gols até aqui, enquanto o Paraná sofreu um a mais, 22.

Os jogadores do Paraná sabem da importância de trazer um bom resultado para Curitiba. “Nós queimamos a gordura que tínhamos. Agora é jogar tudo contra o América-MG. Ter a cabeça tranquila. Nem sempre a bola entra e as coisas acontecem como planejamos. Mas vamos buscar o resultado”, promete o capitão Eduardo Brock. “Nós precisamos ganhar. Nós vamos buscar esses três pontos lá em Minas Gerais”, corrobora o meia João Pedro.

O técnico Matheus Costa comentou nesta sexta-feira (20) sobre a partida dificílima em Belo Horizonte. “Temos chance de sair do G4 e temos chance também de passar o América e este é o nosso objetivo. Nós vamos lá para tentar vencer. O mais importante é pontuar lá, pois se pontuarmos não dependemos de ninguém para permanecer no G4”, comentou o treinador paranista.