enkontra.com
Fechar busca

Paraná Clube

Paraná Clube

Paraná Clube

Clima quente

Conselho do Paraná Clube se reúne pra definir situação da sede social da Kennedy

Reunião acontece na Kennedy e deve contar com presença em massa de sócios e da organizada, que querem explicações da diretoria

  • Por Guilherme Moreira
Sede social da Kennedy virou tema de debate no Tricolor. Foto: Arquivo

O Conselho Deliberativo do Paraná Clube se reunirá na noite desta terça-feira (26), em encontro extraordinário, para discutir, acima de tudo, a situação da sede social da Kennedy, no bairro Rebouças. O patrimônio voltou a ser o centro das atenções da torcida paranista, que promete comparecer em peso.

No encontro desta semana, o conselho detalhará a questão jurídica em cima desse patrimônio. O Espaço Torres, por exemplo, tem um acordo de arrendamento até 2032 para explorar os salões sociais da Kennedy e existe uma multa milionária em caso de quebra de contrato. O ginásio de esportes está penhorado por uma dívida com o ex-treinador Ricardo Pinto, que comandou o clube em 2011.

+ Leia também: Dado Cavalcanti vê mudanças no time como fundamentais para goleada

Nas redes sociais, a torcida do Tricolor está se mobilizando e criando eventos para confirmar presença na reunião. Vale destacar que conselheiros e sócios em dia podem participar, enquanto associados atrasados e torcedores ‘normais’ não poderão adentrar ao salão da Kennedy para acompanhar. Mesmo assim, a promessa desses torcedores impedidos é de ficar na rua fazendo barulho para mostrar a preocupação com o futuro do clube.

A discussão sobre a sub-sede passou a ser pauta mais uma vez após manifestações da torcida Fúria Independente, que protestou no jogo contra o FC Cascavel, pela primeira rodada da Taça Dirceu Krüger, no dia 9 de março. No setor que a organizada se posiciona na Vila, uma faixa preta com letras brancas foi estendida com a frase “Paraná Clube é futebol”. Esse material segue sendo estendido, como na goleada por 4×1 contra o Cascavel CR, no domingo (24), e na derrota por 2×1 para o Cianorte, na quinta-feira (21).

+ Mais na Tribuna: Confira o que Paraná precisa para se classificar na Taça Dirceu Krüger

No dia anterior à rodada inicial do segundo turno do Estadual, a Fúria também tinha feito uma nota oficial exigindo a venda da Kennedy e do terreno em Guaratuba, no litoral paranaense. A torcida alega que a situação financeira do Tricolor só será resolvida com o dinheiro desses patrimônios.

Em 2015, esse assunto foi pauta no Paraná e, no mesmo conselho, os conselheiros aprovaram a venda de 70% do terreno de 28 mil metros quadrados para pagamento de dívidas. Somente a parte com o Espaço Torres se salvaria. Entretanto, apesar de sondagens e até propostas, nenhuma negociação avançou. O valor exigido na época era de R$ 60 milhões.

+ Confira a classificação completa e a tabela de jogos da Taça Dirceu Krüger

O encontro na Kennedy também servirá para outros tópicos, como a formatação do elenco atual, a vexatória campanha na Série A de 2018 e os planos da direção a curto, médio e longo prazo. Vale lembrar que o presidente Leonardo Oliveira não se pronuncia abertamente desde novembro do ano passado. Recentemente, ele passou por uma cirurgia e está de volta ao clube após duas semanas de repouso por orientação médica.

+ APP da Tribuna: as notícias de Curitiba e região e do Trio de Ferro com muita agilidade e sem pesar na memória do seu celular. Baixe agora e experimente!

Siga a Tribuna do Paraná
e acompanhe mais novidades

Deixe um comentário

avatar
300

12 Comentários em "Conselho do Paraná Clube se reúne pra definir situação da sede social da Kennedy"


JOAQUIM  TEIXEIRA IRA
JOAQUIM TEIXEIRA IRA
2 meses 22 dias atrás

Façam o que quiserem. No dia da fusão do glorioso Pinheiros com aquilo eu deixei de ser sócio. Era o título 42.191, de saudosas lembranças. Os bailes do Hawai, os shows, as piscinas bem frequentadas, sem esta gentalha que hoje comparece. Acabou.

Raul Mattos
Raul Mattos
2 meses 22 dias atrás

Infelizmente vc tem razão. O Pinheiros era um clube muito bom, organizado e foi fazer fusão com o Colorado que já era ruim .

Edward F Sur
Edward F Sur
2 meses 22 dias atrás

kkkkk…. o Pinheiros, que era rico, foi se unir ao “boca negra”… querem o quê??

Ricardo Soares
Ricardo Soares
2 meses 22 dias atrás

Boca-negra, como o proprio nome diz, era o “time dos pretos”. Pra’ nos sempre foi um fato normal, mas acabou se tornando nosso orgulho.
BOCAETERNAMENTE.

Fabiano Duarte
Fabiano Duarte
2 meses 22 dias atrás

Torcida complicada essa dos coloridos, já ficou claro que a área está toda enrolada metade com arrendamento com multa milionária por quebra de contrato e a outra metade com o processo trabalhista do Ricardo Pinto, a reunião é para desenhar isso

Anderson ....
Anderson ....
2 meses 22 dias atrás

“a vexatória campanha na Série A de 2018”

Mas já????

Piada. Isso tinha que ter sido discutido antes mesmo de 2018 acabar.

Raul Mattos
Raul Mattos
2 meses 22 dias atrás

Não adianta vender e manter um ignorante chefe de torcida como Presidente. O cara se esconde porque é covarde, mas mamar os R$ 25 mil ele não esquece. Volta Werner enquanto há solução para o clube, pois se o Leonardo continuar, será irreversível…….

MARCELO
MARCELO
2 meses 22 dias atrás

Torcida TRICOLOR: Uma parte deste montante passa pela exigência na MODERNIZAÇÃO DA VILA,
Arquibancadas mais perto do campo e proteção contra mal tempo são essenciais para o Futebol TRICOLOR dar um ponta pé nos adversários.

MAIOR DO ESTADO
MAIOR DO ESTADO
2 meses 22 dias atrás

já estão quebrados, não pagam ninguém e ainda vão por o pouco que estão tentando conseguir no imóvel que pertence ao governo federal???

kkkkkkkkkkkkk

wpDiscuz

Últimas Notícias

Mais comentadas