A chegada do técnico Roberto Fernandes ao Paraná Clube pode dar novas oportunidades a jogadores que ficaram esquecidos ou foram preteridos pelo ex-técnico do Tricolor, Marcelo Martelotte, demitido no último domingo (25) depois de perder para o Náutico, na Vila Capanema. Em dois dias de treinamentos, o treinador já deu uma nova chance aos laterais Fernandes e Rafael Carioca, que também ficaram algum tempo em recuperação no departamento médico e ambos tendem a entrar em campo no duelo contra o Goiás, nesta quinta-feira (29), no Serra Dourada, em Goiânia.

Nos dois treinamentos que comandou no CT Ninho da Gralha, em Quatro Barras, Roberto Fernandes posicionou os dois jogadores entre os titulares. Assim, Rafael Carioca deve ganhar a posição de Henrique Gelain, na lateral-esquerda e Fernandes atuará como volante, no setor de contenção, na vaga de Anderson Uchôa, suspenso.

A entrada dos dois pode ter a ver com a reaproximação de Fernando Miguel, que é auxiliar-técnico da comissão permanente do clube. No ano passado, a troca de posições entre Rafael Carioca, que é meia de origem, com Fernandes, começou na era Fernando Diniz e rendeu boas atuações aos dois.

Apesar da saída de Diniz na reta final da Segunda Divisão, Fernando Miguel, que terminou a Série B no comando do Tricolor, manteve o esquema com os dois jogadores na equipe. Desta forma, além de ter uma marcação mais contundente do seu lado esquerdo, o time paranista ganhou bastante força ofensiva pelo lado do campo.

Os dois jogadores, depois de algum tempo fora, terão a missão de ajudar o Paraná a reencontrar o caminho das vitórias na Série B do Campeonato Brasileiro. O time paranista, vindo de três derrotas seguidas, não tem mais chances de conseguir o acesso e vai lutar, nas 11 rodadas restantes, apenas para permanecer na Segunda Divisão.