A boa largada na temporada, quando venceu o Avaí por 2×0, na Primeira Liga, embala o Paraná para uma nova estreia, agora contra o Foz do Iguaçu, neste domingo (29), às 17h, na Vila Capanema, pelo Campeonato Paranaense. Na última quarta-feira (25), diante da equipe catarinense, que em 2017 disputará a Série A, o Tricolor não teve dificuldades, controlou a partida e venceu com segurança.

Porém, apesar da boa atuação neste primeiro jogo, o técnico Wágner Lopes quer evitar que esta confiança fique em excesso e sabe que é preciso melhorar muita coisa dentro de campo.

“Temos que ter os pés no chão, muita humildade, porque temos um longo caminho pela frente. Mas eu fiquei muito satisfeito, individual e coletivamente. Temos um time jovem, muita coisa para melhorar, mas passo a passo vamos conseguir fazer um bom trabalho”, ressaltou o treinador.

Até por isso, a euforia pela boa estreia já ficou para trás. Nem mesmo o fato de o Foz ser, na teoria, inferior ao Avaí, faz Lopes acreditar que o duelo será mais fácil.

“Eu prefiro individualizar. Sempre falo que o próximo jogo é o mais importante. Então estamos com toda a nossa atenção contra o Foz. Temos que dar o nosso melhor sempre. Respeitamos muito o Foz, mas temos que fazer valer o nosso mando de campo, com bastante velocidade. Todos os times que vierem à Vila vão ficar fechados, tentanto explorar o contra-ataque, mas temos que nos impor dentro da nossa casa”, acrescentou.

A maior preocupação do técnico está no próprio time. O pouco intervalo entre um jogo e outro logo no início da temporada fez com que alguns jogadores já sintam um cansaço e um desgaste. Por isso, existe a possibilidade de mudanças na escalação titular, mas a tendência é que a base seja mantida.

FICHA TÉCNICA

CAMPEONATO PARANAENSE
1ª fase – 1ª rodada

PARANÁ X FOZ DO IGUAÇU

Paraná
Léo; Diego Tavares, Airton, Eduardo Brock e Igor; Gabriel Dias, Leandro Vilela e Renatinho; Jonas Pessalli, Vitor Feijão e Ítalo.
Técnico: Wagner Lopes

Foz do Iguaçu
Juninho; Lucas, Leandro, Barreto e Luiz; Éder, Roberto, Bruno Flores e Juninho Cezar; Gian Luca e João Guilherme.
Técnico: Alan Aal

Local: Vila Capanema
Horário: 17h
Árbitro: Lucas Paul Torezin
Assistentes: Diego Grubba Schitkovski e Heitor Alex Eurich