César Romero ganhou a posição no meio
para dar mais qualidade ao jogo ofensivo.

Sem perder a solidez defensiva e apostando na ótima fase do ataque, o Paraná Clube tenta hoje os primeiros pontos fora de casa no Brasileirão-2002. Essa inconstância impede, até aqui, o crescimento da equipe na competição. Na 17.ª posição – 12.º em aproveitamento, pois disputou menos jogos que a maioria -, o tricolor busca equilibrar a sua campanha, independente das alterações. O técnico Otacílio Gonçalves não terá no jogo desta noite (20h30), frente à Ponte Preta, no Moisés Lucarelli, dois titulares: Goiano, suspenso, e Maurílio, lesionado.

A comissão técnica procurou não alterar a estrutura da equipe e confirmou César Romero no meio-de-campo e Waldir no ataque. Outra mudança é a volta de Cristiano Ávalos – após cumprir dois jogos de suspensão – à zaga. A estratégia do tricolor será adotar uma postura cautelosa, para jogar no erro do adversário. No treino de ontem pela manhã, o volante Sidnei passou por um teste e foi confirmado.

A troca de Goiano por César Romero gera uma mudança de estilo. Enquanto Goiano tem como característica a eficaz marcação, César apresenta um passe qualificado e bom aproveitamento em lançamentos e inversões de jogo. “Na teoria, teremos mais volume pela esquerda, mas é importante variar bastante para que não sejamos um time previsível”, afirmou Romero. Agora titular do ataque, Waldir já havia se destacado na derrota para o São Paulo, quando mudou o ritmo da equipe. O atacante ainda não marcou seu gol, mas está se destacando pelas ótimas assistências. Quatro gols da equipe tiveram origem em jogadas do “baixinho”.

Na Ponte, Alex Oliveira e Daniel estão suspensos. Piá e Luciano Baiano serão os substitutos.