O Pacote Tricolor para o Brasileirão-2004 já foi definido. O objetivo do Paraná Clube é recuperar o tempo perdido com o campeonato paranaense e a confiança de seu torcedor. Por isso, está popularizando o valor do carnê. Cada jogo custará, com o pacote, R$ 10,00. A campanha de promoção foi armada com o slogan “pague 15, leve 23”. O cálculo foi feito com base no ingresso a R$ 15,00, preço mínimo estabelecido pelo regulamento da Série A.

Os carnês só começam a ser vendidos no dia 30 de março, por uma questão operacional. Desta vez – ao contrário dos anos anteriores – o torcedor leva no Pacote Tricolor os 23 ingressos para os jogos que o Paraná terá como mandante. “Os ingressos estão sendo confeccionados e por isso a venda só ocorrerá a partir do fim do mês”, explicou o gerente social Luiz Carlos Casagrande. O pacote custa R$ 230,00 e este valor ainda pode ser parcelado em três vezes, com a primeira parcela à vista e o restante em 30 e 60 dias (no cheque ou cartão de crédito).

Haverá ainda o Pacote Tricolor para sócios, mulheres, menores e estudantes e, neste caso, o torcedor paga R$ 7,00 por jogo. Em anos anteriores, a venda dos carnês ficou aquém das expectativas dos dirigentes, mas houve um gradual crescimento de uma temporada para outra. A manutenção da fórmula de disputa deve pesar favoravelmente na venda do Pacote Tricolor, apesar do fraco desempenho do time no Estadual. A chegada de reforços a partir da próxima semana é outro fator que deve impulsionar as vendas.

Vips

Paralelamente ao Pacote Tricolor, o Paraná também busca apoio de conselheiros e torcedores com maior poder aquisitivo. São somente 300 vagas disponíveis e algumas regalias para quem se credenciar. Nesta modalidade, o conselheiro (ou torcedor) paga uma mensalidade de R$ 50,00 – de abril a dezembro – e terá livre acesso ao estacionamento do Pinheirão (ou Vila Capanema) e acompanhará os jogos nas cadeiras (tribuna vip, no Pinheirão).

Com a carteira de Conselheiro Vip ou Torcedor Vip (cuja confecção custa R$ 5,00), o paranista poderá pagar meio-ingresso de arquibancada e acompanhar os jogos das cadeiras. Receberá ainda uma camisa personalizada (na apresentação da terceira parcela quitada) e participará de sorteios de camisas oficiais, malas e kits do clube.

Reforços até do Iraty

A diretoria espera a definição da permanência do clube na primeira divisão estadual para acelerar contatos e fechar contratações. Vários empresários já foram contatados, pois o Tricolor depende de “parcerias” para avançar em seu projeto de reformulação do grupo para o Brasileirão. Jogadores já foram sondados, mas os dirigentes querem evitar a montagem de um “time de aluguel”.

Em São Paulo, o diretor de futebol Durval Lara Ribeiro já teve contato com Oliveira Júnior (Ituano), enquanto o presidente José Carlos de Miranda e o vice José Domingos estiveram com Juan Figger. O empresário espanhol, que tem relação direta com Sérgio Malucelli (Iraty) já ofereceu alguns jogadores e até mesmo o técnico Paulo Campos foi sugerido.

Uma vitória sobre o Nacional, sábado, poderá desencadear na definição de algumas transações antes mesmo do fim do torneio da . A partir de domingo, serão apenas 30 dias para a largada do campeonato brasileiro.