O técnico Ricardinho terá que administrar uma série de desfalques para o jogo em Arapiraca – sábado, às 21h -, diante do ASA. O lateral (e agora meia) Fernandinho, foi punido ontem na 3.ª Comissão Disciplinar do STJD, com quatro jogos “de gancho” pela expulsão no jogo frente ao Vitória, há um mês. Como já cumpriu automática, o jogador ficaria fora dos duelos contra ASA, Atlético e Guarani. O advogado Itamar Côrtes entra hoje com pedido de efeito suspensivo.

“Como a punição superou dois jogos, o efeito será dado, pelo menos para os jogos seguintes. Mas, vamos tentar um efeito suspensivo total, para que ele possa jogar já no sábado”, disse Côrtes, após mais de uma hora de julgamento. Além da questão envolvendo Fernandinho, o advogado também ingressa com recurso contra a punição aplicada ao gerente de futebol Alex Brasil (45 dias e multa de R$ 100) e ao supervisor Fernando Leite (45 dias e R$ 200).

“A base do recurso será o próprio julgamento”, lembrou Itamar. “Afinal, os árbitros também foram punidos e, no nosso entendimento, a súmula por eles elaborada não poderia servir de prova para o julgamento do Alex (Brasil) e do Fernando (Leite)”, destacou o advogado. O árbitro capixaba Felipe Duarte Varejão levou 30 dias de suspensão, assim como o assistente José Ricardo Maciel Linhares (ES).