O volante Ricardo Conceição “puxa a fila” e é o primeiro titular a definir a renovação de seu contrato por mais uma temporada. Ponto para a diretoria do Paraná Clube, que assegura, assim, a permanência do jogador mais regular da equipe durante a disputa da Série B do Campeonato Brasileiro. O objetivo, agora, é oficializar também as permanências dos zagueiros Anderson e Alex Bruno e do também volante Zé Luís. “Com isso, já começamos a dar uma cara a este time”, comentou o gerente de futebol Alex Brasil.

A permanência de Ricardo Conceição era uma prioridade, na avaliação do técnico Toninho Cecílio. Afinal, já trabalhara com o atleta no Vitória e no São Caetano e sabe da importância tática do volante. “É um jogador acima da média. Um cabeça de área do nível de Pierre e Leandro Donizete, destaques do Atlético Mineiro”, comparou o treinador paranista. A negociação com Conceição foi até mais tranquila do que poderia se imaginar.
Com bom conceito no mercado paulista – já tendo atuado por Ponte Preta, Santo André, São Caetano e Comercial -, havia o receio de uma concorrência acima dos padrões financeiros do Paraná. Pesou, neste caso, o desejo de Ricardo Conceição permanecer em Curitiba. “Fui bem acolhido pelo torcedor e me identifiquei com o clube. Além disso, a família está morando bem e isso é muito importante”, disse o jogador. Apesar dos problemas recorrentes nas questões salariais, o volante ressaltou o esforço da diretoria. “Sempre foram muito corretos comigo. Vejo um futuro promissor”, aposta o atleta.

Ricardo Renato Conceição, 28 anos, é, então, o primeiro reforço efetivo do Paraná Clube visando as disputas do Campeonato Paranaense e da Série B em 2013. “O trabalho é no sentido de assegurarmos a manutenção da base. Com isso, teremos condições de fazer uma grande temporada”, acredita o superintendente Celso Bittencourt.

O objetivo de Alex Brasil é fechar até o início da próxima semana as outras três renovações pendentes. “Está tudo muito bem encaminhado. Mas, é claro, só posso considerar a renovação efetivada quando o atleta assina o contrato, como aconteceu com o Conceição”, disse Brasil. O gerente tricolor está em São Paulo e ainda hoje deverá se reunir novamente com o zagueiro Anderson. Já na questão de Zé Luís, Brasil poderá ir até Salvador – onde o jogador passa o fim de ano ao lado dos familiares -, para firmar um contrato até dezembro do ano que vem. Com Alex Bruno, ele fecharia esse ciclo de renovações, podendo voltar todos os esforços na busca por lateral-esquerdo e atacante, as posições ainda carentes.