O Paraná não quis correr riscos e já garantiu a renovação do contrato do meia Elvis. O novo “garoto de ouro” da Vila Capanema assinou um novo compromisso, até o dia 27 de novembro de 2013.

Assim, o Tricolor garante a permanência de sua revelação por mais quatro anos. Ou alguns milhões nos cofres caso algum clube queira levá-lo antes. O contrato anterior de Elvis ia até o final de 2010. Os valores do novo compromisso não foram revelados, mas o Paraná não esconde que o aumento da multa rescisória foi o principal motivo da renovação.

“É uma forma de blindá-lo. Demos um aumento de salário para ele, para a multa subir. Se não, vem um clube ou empresário, paga e leva embora”, diz o presidente Aurival Correia.

O Paraná já projeta faturar alto com uma possível venda de Elvis. Mas o objetivo, garante Correia, é ficar com ele por mais alguns anos. “Queremos mantê-lo por pelo menos mais três temporadas”, afirma.

Elvis, de 18 anos, jogou pela primeira vez no time profissional do Paraná ainda no ano passado. No início deste ano, foi reintegrado ao elenco de juniores, para a disputa da Copa São Paulo.

Depois de uma boa participação na Copinha, voltou à equipe principal, desta vez para ficar. Em dois jogos como titular, mostrou personalidade de veterano e assumiu a tarefa de ser o principal articulador de jogadas do Paraná.

Para Correia, o sucesso de Elvis já era esperado e a torcida pode esperar por mais novidades das categorias de base. “Para nós não é surpresa. Estamos apostando não só nele, mas nos demais meninos que subiram. Quando tiverem oportunidade, vão mostrar serviço”, aposta o presidente tricolor.

Além de Elvis, foram promovidos este ano o goleiro Rodolfo e os atacantes Bruno, Marquinhos e Maicon. Todos têm seus direitos financeiros divididos em 50% entre o Paraná e o grupo Base, que administra o departamento de formação e está investindo na construção do Ninho da Gralha, novo centro de treinamentos da garotada tricolor.