O Paraná Clube definiu ontem o seu 13.º reforço para a disputa da Série B. Destaque do Operário de Ponta Grossa no Estadual, o atacante Paulo Sérgio se apresenta hoje na Vila Olímpica do Boqueirão. Na prática, é a última contratação para o período pré-Copa das Confederações. O técnico Dado Cavalcanti irá, ao longo das seis primeiras rodadas, traçar um diagnóstico do grupo e, a partir daí, modificações só deverão ocorrer ao longo da intertemporada, entre 12 de junho e 4 de julho.

Paulo Sérgio é natural do Rio de Janeiro, tem 23 anos, e começou nas categorias de base do Flamengo. Sub-aproveitado no clube carioca, foi emprestado a Figueirense, Estoril (Portugal) e Náutico, até chegar ao Operário, para a disputa do Paranaense. Mesmo contratado pelo Fantasma apenas para o segundo turno da competição, foi o artilheiro da equipe, com 8 gols, três deles marcados nas finais do Interior, contra o Londrina.

Apesar de goleador, Paulo Sérgio mostrou-se um atacante versátil, capaz de jogar como referência ou pelos lados do campo. Uma característica considerada importante por Dado Cavalcanti, que não esconde a predileção por atletas polivalentes. “Hoje, para o jogador realizar apenas uma função, ele tem que ser muito bom, mesmo”, analisa o treinador paranista. O novo atacante paranista vem por empréstimo, até o final da temporada, numa negociação direta entre Paraná Clube e Operário, sem a interferência de empresários.

Com Paulo Sérgio, são agora três atacantes contratados. Antes dele, havia chegado Léo e Róbson. O Tricolor fecha este primeiro ciclo de reformulação do grupo com reforços em todos os setores, à exceção do gol. Além dos atacantes, já chegaram um zagueiro (Brinner), quatro laterais (Roniery, Édson, Paulinho e Tiago Silva), dois volantes (Cambará e Gilson) e três meio-campistas (Fernando Gabriel, Ronaldo Mendes e Paulinho Oliveira).

As contratações elevam a média de idade do grupo. Os 13 novatos têm média de 24,9 anos, sendo que os mais experientes são Édson e Cambará (29 anos) e os mais jovens Róbson e Ronaldo Mendes (20 anos), O clube, agora, deverá definir a composição final do elenco de Dado Cavalcanti viabilizando algumas transferências.

Divulgação
O meio-campo Paulinho Oliveira foi um dos destaques do Cianorte no Paranaense.