O Paraná Clube vai apostar numa ‘jogada pronta’ para 2014. Dois dias após anunciar o acerto com o atacante Keno, a diretoria oficializou a contratação de seu companheiro de ataque no Águia de Marabá-PA, o artilheiro Danillo Galvão. O centroavante marcou 21 gols nesta temporada e era apontado como um eventual reforço para a dupla Paysandu e Remo. O Tricolor, através da Amaral Sports, agiu de forma concreta, formalizou proposta e acertou a aquisição de seus direitos federativos, com um contrato de três anos de duração.

‘Houve sondagens de outros clubes. Mas, o Paraná me apresentou uma proposta de trabalho e um projeto muito interessante’, disse o jogador de apenas 22 anos. Danillo Zucatelli Galvão Gonçalves começou na base do Vitória e atuou por Vitória da Conquista e Atlético-BA, antes de se transferir para o Águia de Marabá. O jogador precisou vencer a desconfiança no novo clube, pelo fato de ser filho do técnico do Águia, João Galvão. As dúvidas foram compensadas com gols, no Paraense, na Copa do Brasil e na Série C.

Danillo Galvão admitiu que o fato de Keno ter acertado transferência para o futebol paranaense influenciou na sua decisão. ‘A gente tem um bom entrosamento. Vamos tentar repetir no Paraná o que a gente fez de bom lá no futebol paraense’, disse o artilheiro. A exemplo de Keno, ele inicia um período de treinamentos antes do recesso para as Festas de Fim de Ano. A pré-temporada oficial do Tricolor está programada para o dia 2 de janeiro, com os trabalhos sendo realizados no Ninho da Gralha, em Quatro Barras, como antecipou o presidente Rubens Bohlen.

Visto como uma revelação nesta última Série C – independente do Águia não ter ido além da primeira fase da competição -, Danillo é uma boa opção de mercado, na avaliação do empresário Marcos Amaral. Descendente de italianos, ele teria facilidades na obtenção de passaporte comunitário numa eventual transferência para a Europa. ‘É um jogador de grande potencial e que vem para fazer gols e conquistar seu espaço’, disse o empresário Marcos Amaral, que intermediou a transação. ‘Trabalhamos sempre em busca de revelações e estamos felizes pelo desfecho desta transação’, completou o presidente Rubens Bohlen.

Independente das contratações de Keno, Danillo Galvão e Paulo Roberto (este ainda não oficializado), o clube segue em busca de outras opções para o setor ofensivo. A tendência é que venha outro jogador de área. Este centroavante teria atuado, recentemente, no exterior. Com essa reformulação, o Tricolor projeta uma temporada com gols e conquistas, sempre trabalhando a volta à Série A como a sua grande obsessão.