O Paraná Clube entra em uma semana importante para definir os objetivos nas próximas onze rodadas da Série B do Campeonato Brasileiro. Ocupando a 16ª colocação e a três pontos da zona do rebaixamento, o Tricolor terá pela frente jogos decisivos como o de amanhã, contra o Oeste, às 19h30, na Vila Capanema.

A equipe paulista é um adversário direto e uma vitória paranista é essencial neste momento para não ocupar uma das vagas da degola. Além disto, acabaria com o jejum de cinco partidas sem vitórias na competição. O único êxito desde a chegada do técnico Ricardinho aconteceu diante do Santa Cruz, no dia 13 de setembro. De lá para cá, foram três empates e duas derrotas.

Sem vencer e vendo os seus concorrentes na cola, os jogadores evitam demonstrar preocupação ao torcedor. O discurso nos últimos dias é que os resultados positivos virão logo e amanhã é o dia de voltar a somar três pontos. “É difícil para qualquer equipe quando não vence por este período, mas o técnico Ricardinho vem passando tranquilidade. A equipe está tendo um bom comportamento e evoluindo. Sabemos que estamos precisando vencer para sair desta posição incomoda”, disse o zagueiro Alef, que fez sua estreia no empate com a Ponte Preta, em Campinas.

O Tricolor conta com os jogos na Vila Capanema para quebrar esta sequência e eliminar as chances de descenso. Restam seis partidas como mandante e se vencer cinco delas, a equipe chegará aos 47 pontos – número que manteria o clube na Segundona em 2015.

O Paraná contou com um tempo maior de preparação para o jogo de amanhã. O time teve uma semana para corrigir os erros e a comissão técnica aproveitou para trabalhar jogadas e situações de jogo. Na rodada passada, a equipe teve dificuldades nos momentos de transição entre o meio-campo e ataque. O Tricolor ainda terá um aliado na Vila Capanema o cansaço do Oeste. A equipe paulista jogou no sábado à noite diante do ABC, em Itápolis. “É muito bom ter este período de treinamentos até para fortalecer a nossa equipe e aumentar nosso entrosamento”, avaliou Alef.

Mudanças à vista

O experiente goleiro Marcos já treina com bola e fica à disposição para a 28ª rodada, com o jovem Murilo retornando ao banco de reservas, mesmo apresentando ótima produção nos jogos anteriores. Na zaga, depois de cumprir suspensão contra a Ponte Preta, Alisson deve voltar ao time. Os desfalques continuam no ataque Adaílton e Giancarlo seguem no departamento médico se recuperando de lesões musculares.