O Paraná Clube recebeu o Rio Branco hoje na Vila Capanema no famoso jogo dos “seis pontos”. Precisando vencer para deixar a zona de rebaixamento do Estadual pela primeira vez na temporada, o Tricolor não decepcionou os seus torcedores e ganhou por 2 a 1, com destaque para a dupla Léo e Lima. Com o resultado, o Paraná chega aos 6 pontos no segundo turno e vai embalado para o clássico diante do Coritiba, domingo, às 18h15, no Couto Pereira.

Com as mudanças promovidas por Ricardo Pinto, o Paraná entrou em campo com um time leve e apostando na velocidade e habilidade da dupla Kelvin e Kerlon. Já o Rio Branco apostava nos experientes Ratinho e Edmílson, que passou por Palmeiras e Coritiba. As equipes se estudaram na maior parte do primeiro tempo e as oportunidades de gol demoraram a surgir.

Aos 23 minutos a primeira chance de gol do jogo. Lima lançou para Léo, que colocou na frente e bateu colocado, mas a bola explodiu na trave. Na sequência um lance polêmico. Diego passou por três adversários dentro da área e foi derrubado, mas o árbitro nada marcou. No fim do primeiro tempo não teve jeito. Diego foi derrubado dentro da área por Duda e o juiz, desta vez, marcou o pênalti. Kerlon bateu no canto, mas Fabrício foi buscar para evitar o gol do Tricolor.

Para o segundo tempo, as duas equipes voltaram sem alterações. Logo a 1 minuto o Tricolor assustou. Lima bateu falta no capricho, no ângulo, mas Fabrício fez grande defesa. Três minutos depois o Paraná chegou a marcação do gol. Lima cruzou na cabeça de Léo, que testou no canto para abrir o placar.

Aos 8 mais um gol. Paulo Henrique lançou para Diego, que entrou na área e tocou no meio das pernas do goleiro: 2 a 0. Na sequência, Erlon fez fila na marcação e só foi parado com falta por Rodrigo Defendi dentro da área: pênalti. Ratinho bateu com violência para diminuir para o time de Paranaguá. No restante da partida, o Tricolor procurou sair nos contra-ataques e tocar a bola para valorizar a vantagem. Final: Paraná Clube 2, Rio Branco 1.