enkontra.com
Fechar busca

De Letra

Paraná Clube aguarda apresentação de Ricardinho

Hoje é o último dia para o registro de novos jogadores para o Paranaense

  • Por Irapitan Costa

Após algumas semanas de adiamento, o atacante Ricardinho enfim se apresentará ao Paraná Clube. O jogador teve novo problema em sua viagem de Birigui, no interior paulista, para Curitiba.

“O carro dele quebrou próximo a Marília. Então, ele está vindo mesmo de ônibus”, explicou o diretor de futebol Guto de Mello. O clube depende da assinatura do jogador para encaminhar contrato à CBF e aguardar a transferência da federação australiana de futebol.

Hoje é o último dia para o registro de novos jogadores para o Paranaense. O supervisor Rafael Zucon passou os últimos dias em contato direto com a Austrália, tentando antecipar todos os detalhes da transferência do jogador.

“São catorze horas a mais de fuso horário, o que também dificulta o processo”, explicou Zucon. Ricardinho é a grande aposta ofensiva do Tricolor para as sequências do Estadual, da Copa do Brasil e já visando a largada da Série B, a partir de maio.

O “Rei do Drible”, no entanto, poderá não ser a única contratação do Tricolor no último dia de registros para o Paranaense. O ala George, 28 anos, esteve ontem na Vila Capanema realizando exames clínicos.

“Foi uma indicação da nossa comissão técnica”, disse o vice de futebol Paulo César Silva. Ricardo Pinto trabalhou com o jogador no Uberaba-MG. “Como precisávamos de mais um jogador para a posição, onde só contamos com o Paulo Henrique, decidi atender ao pedido do Ricardo”, explicou Paulão.

A contratação de George foge àquele perfil que o Paraná traçara, de buscar atletas com alguma “bagagem”, já pensando na disputa da Série B. O lateral, desde a sua saída do Tricolor, só rodou por equipes de pouca expressão, tendo disputado a última temporada no interior paranaense.

Vestiu a camisa do Rio Branco no Estadual do ano passado e, depois foi para o Pato Branco, onde jogou a Divisão de Acesso. Desde agosto do ano passado está sem clube. “Vamos observá-lo”, resumiu Paulo César, explicando que o contrato do jogador será de apenas três meses.

Além desses dois jogadores, o Paraná ainda tenta um último esforço para registrar o zagueiro Leandro Silva. O problema é que a federação portuguesa não encaminhou a liberação do atleta, que encerrou seu vínculo com o Benfica via ação judicial.

O clube português estaria tentando reverter a situação junto à Fifa. Caso o impasse não seja equacionado ainda hoje, Leandro Silva estaria impedido de disputar o restante do Paranaense. Resta saber se, neste caso, o Paraná desistiria de sua contratação ou não.

Siga a Tribuna do Paraná
e acompanhe mais novidades

Últimas Notícias

Mais comentadas