Começou nesta quinta-feira, por Varsóvia, a visita dos técnicos das 16 seleções classificadas para a Eurocopa à Polônia e à Ucrânia, países que vão sediar a competição entre os dias 8 de junho e 1.º de julho deste ano. No evento inaugural, o presidente da Uefa, o francês Michel Platini, deu boas vindas aos treinadores e aos delegados de cada confederação e prometeu que a competição será uma vitrine para o continente.

“O Eurocopa 2012 será, tal qual as edições anteriores,, uma magnífica celebração do futebol europeu e uma vitrine para o nosso continente, num momento em que passa por enormes desafios fora da esfera do esporte”, disse Platini, lembrando da crise econômica vivida na zona do Euro.

Falando aos treinadores, o francês deu os parabéns pela classificação e disse entender seus sentimentos. “Gostaria de dar os parabéns a todos por terem garantido a qualificação para o maior e mais difícil dos grandes torneios continentais. Compreendo e partilho as esperanças de vocês, dúvidas e desejo de sucesso. Também já vivi esses sentimentos, muitas vezes contraditórios, que fazem parte dessa profissão maravilhosa.”

O workshop, como a Uefa está chamando o evento, dá atenção especial a aspectos como a organização de jogos, os transportes, a logística, o alojamento e a segurança, questões médicas, marketing, assim como serviços de imprensa e operacionais. De acordo com Platini, a Polônia e a Ucrânia honraram a confiança depositada nelas e estão prontas para receber a Eurocopa.

“Gostaria de expressar a minha sincera gratidão a estas duas federações, aos dois governos e, em particular, aos povos da Polônia e da Ucrânia, pelo esforço que fizeram para garantir que esta competição será um grande sucesso”, agradeceu o presidente da Uefa. “Depois de anos de intenso trabalho e de inúmeras dificuldades, estou convencido que conseguimos atingir o nosso objetivo: a Eurocopa 2012 vai decorrer com excelentes condições.”