O espanhol Fernando Alonso parece ter jogado a toalha. Neste domingo, logo após ver o alemão Sebastian Vettel, da Red Bull, ganhar o GP da Itália, no circuito de Monza, e abrir 53 pontos de vantagem na liderança do campeonato, o piloto da Ferrari, que chegou em segundo na corrida, admitiu que está quase impossível conquistar o título desta temporada da Fórmula 1.

“Eu acho que temos que ser realistas”, disse Alonso. “Precisamos ter sorte e precisamos ter algumas desistências de Seb (Vettel) ou algo para ganhar o campeonato. Com as corridas restantes e com os pontos de desvantagem (222 a 169), fica difícil”, reconheceu.

O GP da Itália foi a 12.ª etapa do Mundial de 2013. Agora faltam sete corridas e a próxima será em Cingapura, no circuito de Marina Bay, no próximo dia 22.