enkontra.com
Fechar busca

De Letra

“Papai” Felipão derrota sua “família”. Portugal 2×1

  • Por Rubens Chueire Jr.

O chefe da família Scolari superou os seus ex-pupilos pentacampeões mundiais, jogando ontem, na cidade do Porto. Além disso, quebrou um tabu. Há trinta anos o Brasil não perdia para Portugal. Pressionado pela convocação do jogador Deco, naturalizado português, Luiz Felipe Scolari conseguiu um bom resultado para a seleção lusitana. A vitória de 2 a 1 sobre o Brasil acalmou os ânimos da torcida, que festejou muito após o término do jogo. Para Parreira, já é o segundo resultado negativo à frente do selecionado brasileiro. Foi um jogo de muitas faltas e pouca criatividade ofensiva.

O ataque brasileiro criou uma falsa expectativa para a torcida amarelinha no início do jogo. O aparente domínio verde-amarelo acabou aos 7 minutos. Pauleta se antecipou no cruzamento de Sérgio Conceição e balançou a rede para Portugal.

Marcando a saída de bola, os portugueses seguravam o toque de bola dos brasileiros. A melhor chance surgiu com Roberto Carlos. O lateral mandou uma bola na trave aos 38 minutos, em uma cobrança de falta.

A seleção brasileira voltou para o jogo mais ofensivo. Com as entradas de Adriano e Amoroso, Parreira arriscou tudo em busca do empate. A insistência deu certo, e com uma ajuda do árbitro. Ronaldinho Gaúcho partiu pra cima da zaga portuguesa e foi derrubado fora da área. Mesmo assim a penalidade foi marcada. Na cobrança, Ronaldinho Gaúcho não desperdiçou.

Mas era o dia de Portugal. O segundo gol português saiu aos 37 minutos. Depois de uma confusão por causa da expulsão de Roberto Carlos, Deco cobrou falta, e ampliou a vantagem, decidindo o jogo.

AMISTOSO DA SELEÇÃO
Portugal 2×1 Brasil

Portugal: Ricardo; Paulo Ferreira, Fernando Couto, Fernando Moura e Rui Jorge; Rui Costa, Costinha e Maniche (Luiz Loureiro); Simãoo Sabrosa (Miguel), Pauleta e Sérgio Conceição (Deco). Técnico: Luiz Felipe Scolari.

Brasil: Marcos; Cafu, Edmílson, Luisão e Roberto Carlos; Gilberto Silva, Zé Roberto (Amoroso) (Júnior) e Kléberson e Ronaldinho Ga£cho; Rivaldo e Ronaldo (Adriano). Técnico: Carlos Alberto Parreira.

Súmula
Local:
Estádio das Antas, (cidade do Porto)
Árbitro: Alon Yefet (Israel).
Assistentes: Shteid Shumel e Lautemol Isfhie (Israel)
Cartões amarelos: Fernando Couto (Por); Ronaldinho Gaúcho e Gilberto Silva (Bra)
Cartões vermelhos: Roberto Carlos (Bra)
Gols: Pauleta (aos 7.º’ do 1.º); Ronaldinho Gaúcho (aos 19′ do 2.º); Deco (aos 37′ do 2.º)

Siga a Tribuna do Paraná
e acompanhe mais novidades

Deixe um comentário

avatar
300

Seja o Primeiro a Comentar!


wpDiscuz

Últimas Notícias

Mais comentadas