São Paulo – O torcedor palmeirense Diogo Lima Borges, de 23 anos, morreu baleado e outros cinco ficaram feridos em uma briga de torcidas organizadas no Metrô Tatuapé. Borges veio de Bragança Paulista, no interior, só para assistir o clássico. O pai da vítima, Marcos Tadeu Borges, 49 anos, não chegou a ver o filho baleado. ?Quando ouvi tiros e rojões, saí correndo. Só depois soube que ele tinha sido atingido.?

O confronto ocorreu três horas antes do início do clássico. Segundo testemunhas, cerca de 20 tiros foram disparados. Pelo menos 50 pessoas de ambas as torcidas permaneciam detidas. Com elas, a polícia apreendeu rojões, pedaços de pau e bombas de fabricação caseira, confeccionadas com bolas de sinuca.

Após a partida, um torcedor do Palmeiras perdeu as pontas de três dedos por causa da explosão de uma bomba caseira. O artefato estourou em sua mão quando ele tentava arremessá-lo na torcida adversária.