São Paulo – A duas rodadas do fim do Paulistão, a possibilidade de que apenas dois clubes grandes estejam entre os quatro semifinalistas aumentou com a vitória do São Paulo sobre o Palmeiras, por 3 a 1, no clássico de domingo. São Caetano e Bragantino, terceiro e quarto colocados com 33 e 32 pontos, respectivamente, só dependem de si para conseguir a vaga.

Por enquanto, apenas os dois primeiros colocados, Santos e São Paulo, estão classificados. Outros cinco times disputam as duas últimas vagas: São Caetano, Bragantino, Palmeiras, Paulista e Noroeste. Enquanto isso, o Corinthians, em nono lugar, não tem mais chances de classificação.

Antes do clássico de domingo, o Palmeiras, com 31 pontos, estava em terceiro lugar e dependia apenas de seus próprios resultados para se classificar.

Mas com a derrota para o São Paulo, as possibilidades palmeirenses, de acordo com o matemático Tristão Garcia, são agorade 40%.

Torcida contra

Em quinto lugar, o Palmeiras precisa vencer o Guaratinguetá, em casa, no domingo, e o São Bento, em Sorocaba, no dia 11, e ainda torcer por tropeços do Bragantino e do São Caetano.

De acordo com Garcia, o São Caetano tem 76% de chances de se classificar. E o Bragantino, também em boas condições, está com 56% de chances de ir às semifinais. Assim como o Palmeiras, ainda restam às duas equipes uma partida em casa e outra fora.

A última vez que dois times do interior paulista fizeram a final e estragaram a festa dos grandes foi em 2004, quando o Azulão bateu o Paulista e ficou com o título. O Bragantino também esteve em uma final parecida. Foi em 1990, quando venceu o Novorizontino e sagrou-se campeão paulista.

Além do Palmeiras, o Paulista, com 31 pontos, também briga pela vaga e, de acordo com o matemático, está com 27% de chances de se classificar.

O Noroeste ainda sonha, mas com apenas 27 pontos tem as chances resumidas a 1%.

Por enquanto, apenas o Santo André está matematicamente rebaixado.