O Palmeiras será julgado nesta terça-feira pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD). Um torcedor do time atirou uma garrafa de plástico no gramado da partida contra o América-RN, fora de casa, pela Série B, no dia 11 de junho. Se condenado, o time pode ter de pagar multa de até R$ 100 mil, além de perder mando de campo de um a dez jogos.

O incidente no jogo com o América-RN, em Ceará-Mirim, foi relatado na súmula pelo árbitro Ricardo Marques Ribeiro. Segundo ele, aos 37 minutos do segundo tempo uma garrafa foi atirada em direção ao auxiliar Otávio Araújo Neto. O clube potiguar também será julgado pelo episódio.

O Palmeiras acaba de cumprir uma punição de mandar quatro jogos fora de casa por incidentes de torcedores no ano passado. Contra o Corinthians, cadeiras do Pacaembu foram arrancadas e o time teve que jogar em Araraquara. Na cidade, uma confusão entre torcedores fez o clube ser novamente punido e ter de fazer partidas longe da capital paulista neste ano.

Depois de ter atuado como mandante em Itu e Presidente Prudente, a primeira partida em São Paulo pela Série B será na próxima sexta-feira, no Pacaembu, contra o ABC, válida pela oitava rodada. “A gente sabe o quanto é ruim e difícil sair da capital e jogar no interior, pela viagem e pelo cansaço”, contou o volante palmeirense Charles.