São Paulo (AE) – O torcedor deverá lotar o Palestra Itália mais uma vez. O Palmeiras terá de novo uma decisão pela frente. O que ninguém espera é uma decepção igual à de quinta-feira, quando o time perdeu a vaga nas oitavas-de-final ao ser derrotado pelo Ipatinga nos pênaltis, após vitória de 2 a 0 no tempo normal. Hoje, às 16h, a partida contra o Guaratinguetá poderá colocar a equipe da casa mais próxima da semifinal do campeonato paulista. Ou, ao contrário, deixar o time de fora da fase seguinte.

O Palmeiras não quer nem imaginar um novo tropeço. Com 31 pontos na competição, até um empate pode ser desastroso, dependendo dos resultados dos adversários. A vaga ficará distante, a torcida pode se revoltar. E o clube seguirá mais algum tempo sem levar título – a última conquista importante foi a Taça Libertadores, em 1999.

Para conquistar os três pontos hoje, Caio Júnior aposta na dupla Valdivia e Edmundo. Este, aliás, esteve no banco de reserva na última partida. Entrou na segunda etapa, foi muito mal e ainda desperdiçou o pênalti que teria classificado o Palmeiras na Copa do Brasil. Acostumado a ser herói, Edmundo saiu do Palestra como vilão e xingado por alguns torcedores. Terá a chance de se redimir.

Mas não é só Edmundo que busca a volta por cima. Confiante, todo o elenco promete a vitória à torcida. ?Está todo mundo tranqüilo e temos a chance de ganhar?, falou o meia Michael. ?Chegando entre os quatro, no mata-mata, aí será outra parada. Eles (Santos e São Paulo) não são imbatíveis?, avisou, esbanjando otimismo.

Palmeiras – Diego Cavalieri; Amaral, Nen, David e Leandro; Pierre, Martinez, Michael e Valdivia; Edmundo e Osmar. Técnico: Caio Júnior.

Guaratinguetá – Edson Bastos; Nelsinho, Carlinhos, Jeci e Júnior; Tobi, Célio, Magal e Michel; Dinei e Vandinho. Técnico: Márcio Araújo.