Rio – Nada melhor do que uma goleada fora de casa para acabar com a crise. Comandado por Pedrinho, reintegrado ao time na sexta-feira, o Palmeiras bateu o Vasco por 5 a 2, ontem, em São Januário, e voltou a conquistar um resultado positivo após seis rodadas. O meia ganhou liberdade para atacar e deu a resposta que o técnico Estevam Soares esperava – e precisava, para não ter o cargo ameaçado. O time do Palestra Itália subiu para o 7.º lugar, com 52 pontos, e segue na luta pelas primeiras posições do Campeonato Brasileiro.

Responsável pelas principais jogadas do time, Pedrinho não se omitiu em nenhum momento e levou perigo para o Vasco desde o início. Logo aos 5 minutos, limpou dois zagueiros e bateu no canto de Tadic, que se esforçou para defender. O Palmeiras abriu o placar cinco minutos depois. Pedrinho fez ótima jogada pela esquerda, driblou Fabiano e cruzou para Lúcio, que teve coragem para dividir com Pereira e desviar para as redes, por cima de Tadic.

O Vasco quase diminuiu -Henrique cabeceou com perigo após a falta cobrada por Petkovic -, mas os paulistas mandavam no jogo. Pedrinho recebeu de Magrão na entrada da área e arriscou o chute. Teve o mérito de finalizar na hora certa, mas também sorte – o desvio em Pereira tirou a chance de Tadic defender:

Palmeiras 2 a 0.

Sem alternativa, Geninho mandou o Vasco para frente, com a entrada de André Lima no lugar de Pereira. A mudança surtiu efeito quase instantâneo, mas a favor dos visitantes. Elson passou com facilidade por Coutinho e bateu no canto. Tadic pulou atrasado e só viu a bola entrar.

Na etapa final, os paulistas apenas investiram nos contra-golpes e não tiveram a vitória ameaçada em nenhum momento. Com Petkovic em tarde pouco inspirada, o Vasco não teve forças para segurar o Palmeiras. Pedrinho arrancou pela esquerda passou por dois defensores e viu Osmar livre na área. O atacante não teve trabalho para concluir e marcar o quarto gol. Osmar ainda faria o quinto tento do time, após excelente triangulação com Diego Souza e Elson. Foi seu nono gol na competição, em 10 jogos.

André Lima, de cabeça,

e Petkovic, de pênalti, descontaram para o Vasco, mas não tiraram o brilho da vitória do Palmeiras – que deve ter confronto bem mais difícil, diante do São Caetano, quarta-feira, em casa.

Ficha técnica

Gols: Lúcio, aos 10 , Pedrinho, aos 16?, Elson aos 29?, do 1.º tempo. Osmar, aos 15?, André Lima, aos 18?, Osmar, aos 27? e Petkovic (pênalti), aos 36? do 2.º. Vasco: Tadic; Pereira (André Lima), Henrique e Fabiano; Tiago Maciel, Coutinho (Rubens), Rodrigo Souto, Petkovic e Diego; Róbson Luiz e Muriqui (Júnior). Técnico Geninho. Palmeiras: Sérgio; Baiano, Nen, Daniel e Lúcio; Marcinho, Magrão, Claudecir e Elson (Alceu); Pedrinho (Diego Souza) e Osmar (Renaldo). Técnico Estevam Soares. Árbitro: Leonardo Gaciba da Silva (RS). Cartão amarelo: Fabiano, Daniel, Robson Luiz. Cartão vermelho: Henrique. Renda: R$ 24.800,00. Público: 1.983 pagantes. Local: São Januário (Rio).