O Palmeiras confirmou nesta quinta-feira a alteração da data da partida contra o Rosario Central, pela Copa Libertadores. O jogo seria realizado no dia 2 de março, mas mudou para o dia seguinte por uma questão de segurança.

A Conmebol havia divulgado as datas com Corinthians e Palmeiras atuando em São Paulo no dia 2. O time alvinegro receberá o Santa Fé, no Itaquerão, às 21h45, na mesma hora em que a equipe alviverde enfrentaria o Rosario Central, ainda em local indefinido.

Por falar no assunto, o Palmeiras espera que nesta sexta-feira ou no máximo no começo da semana que vem, consiga a confirmação da Conmebol de que poderá atuar no Allianz Parque. A entidade que comanda o futebol sul-americano avisou que os estádios para jogos da Libertadores não podem exibir marcas e a casa alviverde tem o nome da Allianz em diversos pontos.

A ideia do clube é conseguir convencer a entidade a liberar o estádio, já que a WTorre, construtora responsável pela arena, avisou que não aceitará cobrir a marca da parceira. A situação está indefinida, mas os envolvidos no caso estão confiantes e praticamente descartam a possibilidade do Palmeiras não jogar em sua casa.

Eles pegam como exemplo, o jogo entre Toluca e Grêmio, disputado no México, na quarta-feira, quando placas de publicidade que nada tinham a ver com os parceiros da Conmebol eram exibidos.