A diretoria do Palmeiras espera somente a decisão do atacante Diego Souza para contar com o jogador como mais um reforço para o elenco nesta temporada. A conquista do título pernambucano, nesta quarta-feira, contra o Salgueiro, pode ter sido a despedida dele do Sport, já que pelo lado palmeirense, há otimismo pelo retorno do jogador ao clube.

Ao fim da vitória do Sport por 1 a 0, Diego Souza conversou com os jornalistas e desconversou sobre o seu destino. “Minha posição é que vou comemorar muito. Estou muito feliz hoje. É um dia especial e não vou deixar nada atrapalhar o que estou vivendo com os meus companheiros. Amanhã é um novo dia e veremos o que vai acontecer”, disse o atacante de 32 anos.

A aproximação entre o Palmeiras e o jogador começou em Melbourne, na Austrália, no começo deste mês. O presidente do clube, Maurício Galiotte, chefiava a delegação da seleção brasileira para dois amistosos e realizou na ocasião os primeiro contatos com o atacante. Diego Souza se mostrou interessado com a oportunidade de retornar ao time paulista, onde atuou entre 2008 e 2010.

Nos últimos dias os contatos entre as diretorias se intensificaram. Segundo dirigentes do Palmeiras, a decisão no momento está nas mãos do jogador, e não depende mais da vontade do Sport. Com compromisso na Copa Libertadores na próxima semana, o clube tem pressa para definir a pendência e já inscrever o reforço entre os 30 relacionados para o torneio.

Questionado sobre o assunto nesta quarta-feira, o técnico Cuca, responsável por indicar Diego Souza, desconversou. “Eu sei o que todos sabem. Houve o interesse do Palmeiras e eu não sei se as coisas andaram ou não. Se der certo ele vem bem, e se não der, que seja feliz no clube dele”, comentou.