O multicampeão Manny Pacquiao disse nesta quinta-feira que respeita a decisão da Nike de romper seu contrato de patrocínio. O boxeador filipino perdeu a parceira depois de declarações homofóbicas, nas quais afirmou que o casamento gay “nos torna pior do que os animais”. Ele chegou a pedir desculpas pelas palavras, mas garantiu que mantém sua posição sobre o assunto.

Pacquiao disse nesta quinta que se sentiu satisfeito porque “muitas pessoas ficaram alarmadas com a verdade”. O filipino reafirmou sua postura contrária ao casamento gay, como já havia feito na quarta-feira. Na ocasião, o boxeador pediu desculpas por sua declaração, mas afirmou: “Continuo com minha crença de ser contra o casamento do mesmo sexo pelo que a Bíblia diz”.

Apesar do pedido de desculpas de Pacquiao, a Nike decidiu romper o patrocínio do boxeador por considerar seus comentários “detestáveis”. Diante da repercussão negativa da declaração do filipino, a marca rescindiu unilateralmente o contrato de parceria que já durava desde 2006.

Pacquiao, no entanto, não pareceu muito preocupado com a decisão. “Qualquer que seja a decisão da Nike, é sua e eu a respeito. E seu patrocínio comigo só tem a ver com a indumentária que eu uso no ringue. Nosso contrato (de patrocínio) já havia terminado, eles só me apoiavam na parte do boxe”, comentou.

Aos 37 anos, Pacquiao se prepara para o combate diante do norte-americano Timothy Bradley, dia 9 de abril, em Las Vegas, naquela que o filipino já garantiu que será sua última luta da carreira. Grande celebridade no seu país, ele concorrerá ao cargo de senador em maio e na última terça deu uma entrevista a uma tevê local falando sobre sua opinião sobre diversos assuntos, entre eles o casamento gay.

“É senso comum. Você vê animais que ficam macho com macho ou fêmea com fêmea? Então, os animais são ainda melhores, porque sabem distinguir macho de fêmea, certo? Agora, se deixarmos macho com macho ou fêmea com fêmea, isso nos torna pior do que animais”, disse, então, o boxeador, conhecido também por ser um cristão fervoroso.