O São Paulo abriu a goleada de 4 a 0 sobre o Corinthians com um pênalti de Fagner em Kelvin, neste sábado, no Morumbi. O lance foi muito questionado pelos corintianos e, segundo o técnico Oswaldo de Oliveira, acabou causando um “desequilíbrio” em sua equipe para a sequência do clássico.

“É lógico que temos erros para corrigir, essa equipe que começou o jogo, tirando o goleiro, foi a mesma que começou contra o Flamengo e fez uma partida muito boa. Hoje não conseguiu. Claro que a equipe do Corinthians teve muitas modificações, isso gera desequilíbrio, quando tem circunstâncias como aconteceu, de levar gol de pênalti, tira a estabilidade do time”, avaliou o técnico em entrevista coletiva após o confronto.

“Fizemos um primeiro tempo razoável, poderíamos ter empatado no fim e voltado com mais confiança. Infelizmente não conseguimos e depois não conseguimos controlar o jogo”, disse o comandante alvinegro. “Essa instabilidade não é só do Corinthians. Isso é uma coisa que tem acontecido bastante no campeonato.”

Apresentado há quase 20 dias, depois de deixar o Sport, o treinador trabalha junto com a diretoria na montagem do elenco de 2017, enquanto tenta conquistar a vaga na Copa Libertadores de 2017 ainda neste Brasileirão.

“Nós temos bons jogadores, tenho gostado de alguns em jogos e treinos. Hoje esses mesmos não reeditaram partidas que já fizeram antes. Precisamos reforçar, repor o que o Corinthians perdeu daquele grande time que foi campeão e foi sendo repartido com os grandes jogadores que deixaram a equipe”, afirmou. Em sua terceira passagem pelo Corinthians, Oswaldo de Oliveira soma uma vitória, dois empates e uma derrota.