O Orlando Magic respirou aliviado na noite desta segunda-feira ao faturar a primeira vitória no confronto com o Boston Celtics, na prorrogação, por 96 a 92, fora de casa. Com o resultado, os visitantes reduziram a vantagem dos rivais para 3 a 1 na série melhor-de-sete e levaram a decisão da Conferência Leste da NBA para o quinto jogo.

O Boston poderia ter finalizado o confronto, e garantido a vaga na grande decisão, se tivesse obtido o quarto triunfo na série. A equipe poderá encerrar o duelo na quarta-feira, às 21h30 (horário de Brasília), caso vença os rivais na partida que será disputada em Orlando.

Para seguir vivo na decisão, o Orlando contou com grande atuação do pivô Dwight Howard, que vinha de fracas apresentações nos jogos anteriores. Nesta segunda, ele brilhou ao registrar 32 pontos e 16 rebotes. O armador Jameer Nelson também se destacou, ao marcar 23 pontos e nove assistências. Nelson foi decisivo na prorrogação, com duas cestas de três pontos.

Jogando fora de casa, o Orlando surpreendeu o rival ao mostrar uma postura ofensiva logo no início da partida. Os visitantes abriram vantagem no placar e saíram na frente no primeiro quarto. A folga no marcador foi mantida até o terceiro período, quando o Boston reagiu e reduziu a diferença.

O jogo foi mais equilibrado no quarto período, quando as duas equipes caíram de rendimento na partida. Com o empate em 86 a 86, Orlando e Boston decidiram o duelo no tempo extra. E, no momento decisivo, brilhou a estrela de Jameer Nelson, autor de 9 dos 10 pontos dos visitantes na prorrogação.

O armador acabou ofuscando as boas atuações de Paul Pierce e Ray Allen, que não conseguiram manter o bom ritmo no tempo extra. Pierce anotou 32 pontos e 11 rebotes durante toda a partida, enquanto Allen registrou 22 pontos. Kevin Garnett contribuiu com 14 pontos e 12 rebotes.