Seria injustiça apontar apenas um jogador do Atlético que tenha se destacado na importante vitória contra o Figueirense. O goleiro Galatto esteve bem quando foi exigido. Zé Antônio e Netinho principalmente desempenharam bem seus papéis no lado do campo. O sistema defensivo esteve muito seguro, com destaque para a volta do bom zagueiro Rodolpho.

Alan Bahia foi um carrapato para Cleiton Xavier e além de não ter deixado o craque do Figueira jogar, fez o primeiro do Furacão em bela cabeçada. Valencia foi aquele jogador regular que conquistou a torcida rubro-negra com grandes atuações como a de hoje.

Ferreira se movimentou o tempo inteiro abrindo espaços para Rafael Moura e Júlio César, que jogaram muito e prenderam a bola na frente para segurar o ímpeto do time do Figueirense.