Enquanto o time principal do Atlético treina apenas a parte física, no CT do Caju, visando a disputa da fase preliminar da Libertadores, a diretoria trabalha nos bastidores para anunciar o novo técnico. O espanhol Miguel Ángel Portugal, que estava no comando do Bolívar, deve ser anunciado ainda hoje pela diretoria.

Na última sexta-feira, a imprensa da Bolívia noticiou que Miguel Ángel Portugal já estava em Curitiba, mas no final de semana, o futuro treinador atleticano foi flagrado nas ruas de La Paz, encerrando seus compromissos pessoais na capital boliviana para finalmente poder viajar para o Brasil. A expectativa é que Portugal seja apresentado ainda hoje aos jogadores.

Mesmo com um bom currículo, incluindo passagens como diretor de futebol do Real Madrid e autor de dois livros, Miguel Ángel chegará com desconfiança perante a torcida atleticana. Além de ter sido demitido do comando do Bolívar, boa parte da torcida da equipe boliviana contestava o trabalho do futuro comandante do Atlético. Por isso, nas redes sociais, foi criada uma página denominada “Fora Miguel Ángel Portugal”, mostrando o descontentamento dos adeptos com o trabalho do treinador.

Time

Com quase 20 dias até a estreia na Libertadores, diante do Sporting Cristal, em Lima, no Peru, a diretoria, além de contratar um novo técnico, corre atrás de reforços, já que até o momento, apenas o volante Paulinho Dias, ex-Chapecoense, foi oficializado.

Nesta semana, além da apresentação do novo treinador, mais reforços devem desembarcar no CT do Caju. Além do atacante Roberto, que defendeu o Icasa na Série B, outro reforço vindo da Segundona deve acertar sua vinda para o Furacão. O zagueiro Potiguar, ex-Ceará, está próximo de um acerto. O clube tenta reforçar suas laterais. O lateral-direito Norberto, destaque do América-RN, interessa ao Atlético e também a outros clubes do futebol brasileiro, entre eles o Coritiba.

A situação do volante Bruno Silva deverá ser resolvida nesta semana. O jogador, que tem contrato com a Ponte Preta, vai se reapresentar hoje ao time de Campinas, mas, segundo a sua assessoria de imprensa, a vontade do volante é renovar com o Atlético e disputar a Libertadores da América. Porém, além de ter outras propostas, outro fator pode complicar a permanência de Bruno Silva no clube. A Ponte Preta não aceita reemprestar o jogador para o Furacão, que teria então que adquirir parte dos direitos do atleta.