enkontra.com
Fechar busca

De Letra

esportes

Novo São Paulo encara Eintracht Frankfurt no seu primeiro teste no ano

  • Por Estadão Conteúdo

Se 2018 foi o ano de plantar, nada mais justo do que cobrar do São Paulo que esta seja a temporada da colheita e da retomada das campanhas vitoriosas. Não que um eventual título da Florida Cup, torneio amistoso no qual o time estreia nesta quinta-feira, contra o Eintracht Frankfurt, da Alemanha, às 22 horas (de Brasília), vá mudar a cotação do dólar. Mas servirá, no mínimo, como primeiro teste para medir o quão fortalecida está a versão 2019 da equipe após se reforçar.

Em tese, todos os problemas que impediram maior sucesso no ano passado foram resolvidos. O grupo cresceu em número (chegaram sete novas caras) e qualidade, com reforços como Tiago Volpi, Hernanes e Pablo, que deverão iniciar o jogo contra os alemães entre os 11 titulares – a ideia da comissão técnica é utilizar times distintos em cada tempo do jogo.

Em 2018, quando lesões e suspensões impediam Diego Aguirre de escalar força máxima, a performance caía drasticamente. Agora, André Jardine conta com ao menos duas boas peças para quase todas as posições. Há, aliás, inchaço no elenco, o que tem obrigado a diretoria a negociar alguns empréstimos.

O São Paulo volta, ao menos em tese, a ter um goleiro confiável. No ano passado, Sidão não agradava nem na boa fase, enquanto Jean ainda era considerado imaturo para preencher a lacuna deixada desde a aposentadoria de Rogério Ceni, no fim de 2016. Com 28 anos, Volpi traz do México o status de ídolo adquirido graças a quatro boas temporadas no Querétaro.

Outro fator que muda o clube de patamar em 2019: há um ídolo da torcida em campo. Hernanes, repatriado para uma terceira passagem pelo Morumbi, é bicampeão brasileiro (2007 e 2008) e ajudou a evitar o que seria o primeiro rebaixamento à Série B da história do clube, em 2017, quando marcou nove gols em 19 jogos. Na temporada passada, os maiores ídolos estavam nos bastidores: Raí e Lugano.

Por fim, o time volta a ter um goleador de referência na área com a chegada de Pablo. Em 2018, Diego Souza exerceu tal papel – mais por um projeto pessoal (cavar vaga na seleção brasileira) do que por planejamento do clube. Sem concorrência interna, conseguiu ser até o artilheiro da equipe na temporada, com 16 gols, mas chegou a ficar três meses com apenas um gol anotado. Os dois poderão até jogar juntos, mas a ideia é que Pablo vire o principal responsável por decidir as partidas, deixando ao colega um papel secundário.

Por todos esse motivos, o São Paulo abre sua caminhada cercado de expectativa. Por mais que a Florida Cup seja só um torneio amistoso, começar com o pé direito será essencial, até porque a primeira decisão da temporada será já no início de fevereiro: o duelo eliminatório da fase preliminar da Libertadores, contra o Talleres, da Argentina, nos dias 6, na Argentina, e 13, no Brasil.

Siga a Tribuna do Paraná
e acompanhe mais novidades

Deixe um comentário

avatar
300

Seja o Primeiro a Comentar!


wpDiscuz

Últimas Notícias

Mais comentadas