Maior atleta olímpico da atualidade, Usain Bolt está de volta ao Rio de Janeiro. O jamaicano, que vai participar do “Desafio Mano a Mano”, domingo, Joquey Club do Rio, visitou a Vila Olímpica da Mangueira nesta quinta-feira. Ali, interagiu com crianças e tentou alguns arremessos na quadra de basquete – acertou todos.

“Esta será minha última Olimpíada, mas sem dúvida que fico entusiasmado. Estou emocionado desde já, pela proximidade da Olimpíada. Estou ansioso por estar aqui e competir”, disse Bolt, que chegou pela manhã ao Rio.

A Vila Olímpica da Mangueira é talvez o mais bem sucedido projeto esportivo da cidade, revelando atletas em oito modalidades olímpicas, especialmente no atletismo e no basquete. Ligado à escola de samba do bairro, o Instituto Mangueira do Futuro já foi considerado o maior programa social do mundo.

Nesta quinta, Bolt correu, de calças jeans, contra Camile Vitória Santana, uma menina de 12 anos que treina na Vila Olímpica. No domingo, o homem mais rápido do mundo vai correr os 100m contra Churandy Martina (Holanda), Ryan Bailey (EUA) e um atleta brasileiro, que será apontado em bateria classificatória no sábado. Disputam a vaga José Carlos Moreira (Codó), Bruno Zimmermann, Sandro Viana e Fabiano da Silva.

No feminino, estarão presentes a jamaicana Veronica Campbell Brown e a norte-americana Carmelita Jeter, respectivamente bronze e prata nos Jogos de Londres. A raia será completada por Kerron Stewart (EUA) e a brasileira que avançar da seletiva. Como a seleção principal está nos EUA, as favoritas são as jovens Vitória Rosa (20 anos) e Mirna Marques Silva (19).