Fluminense e Botafogo abrem as semifinais do Campeonato Carioca neste sábado, às 18h30, no estádio do Maracanã, no Rio. Campeão da Taça Guanabara, o time alvinegro leva a vantagem de jogar por dois empates. Mas o rival tricolor vai confiante. A equipe aposta no embalo da classificação sofrida e no bom momento de Fred, além de ter o retrospecto recente a seu favor.

Melhor time da primeira fase, o Botafogo perdeu um único jogo até aqui na competição – justamente para o Fluminense, para quem caiu por 3 a 1 na oitava rodada. “Vai ser um jogo interessante. Já discutimos e falamos muito sobre o que aconteceu na última partida. Agora vamos reencontrar e trocar figurinhas de novo. Era uma partida esperada, a equipe queria esse jogo. Então vai ser legal”, disse o técnico René Simões na véspera da partida.

René Simões não revelou o time que estará em campo, mas ele terá à disposição quatro jogadores que estavam em tratamento médico. Marcello Mattos, Diego Jardel, Gegê e Rodrigo Pimpão estão recuperados e devem ao menos ficar no banco de reservas. A participação de um deles desde o início do jogo é improvável devido à falta de ritmo.

No Fluminense, Ricardo Drubscky também fez mistério. É certo que o treinador terá que fazer duas mudanças em relação ao time que iniciou contra o Madureira, no meio de semana. O lateral-direito Wellington Silva e o atacante Kenedy estão suspensos. “Tenho os 11 titulares na minha cabeça. Discuti com meus auxiliares (Gilberto Fonseca e Marcão), estou com as coisas bem desenhadas e confiante que quem vai entrar será muito forte na partida e fazer um bom jogo”, afirmou nesta sexta-feira.

“Por questões de respeito ao jogo, vou segurar essa escalação para amanhã (sábado) e não vou revelar absolutamente nada”, insistiu o treinador. A tendência é que Renato seja escalado na direita. Marlone e Lucas Gomes brigam por uma vaga ao lado de Fred.