Para encerrar a temporada como o torcedor esperava, o campeão Cruzeiro venceu o Fluminense, neste domingo, por 2 a 1, de virada, no Mineirão, pela última rodada do Campeonato Brasileiro, chegando aos 80 pontos. O número é um recorde na era dos pontos corridos desde que a competição passou a contar com 20 clubes. A marca anterior era do São Paulo de 2006, com 78 pontos.

Nilton e Marcelo Moreno marcaram para o Cruzeiro no jogo que marcou a entrega das faixas para o time mineiro. Fred havia inaugurado o placar para o time carioca, que encerrou a competição na sexta colocação, com 61 pontos. Com isso, entrará na Copa do Brasil de 2015 somente nas oitavas de final.

Com a intenção de fazer a festa diante de seu torcedor, o Cruzeiro iniciou a partida em busca da vitória. A equipe tentou sufocar o adversário logo nos primeiros minutos, com uma marcação forte e jogando no ataque. Em busca de uma melhor colocação na competição, o Fluminense se posicionou mais na defesa, na tentativa de buscar os contra-ataques.

A estratégia do time carioca deu resultado. Aos 34 minutos, após chute forte e cruzado de Wagner pela esquerda, o goleiro Rafael não conseguiu afastar da área. A bola sobrou para Fred empurrar para as redes e fazer 1 a 0.

O gol não mudou a postura do Cruzeiro, que continuou insistindo no ataque, principalmente nas jogadas iniciadas por Everton Ribeiro. Quando o placar da primeira etapa parecia definido, saiu o empate. Aos 45 minutos, após bola alçada na área, o volante Nilton subiu mais do que Edson e Elivelton para igualar o marcador.

No segundo tempo, a partida manteve o equilíbrio, com as duas equipes buscando o ataque. Mas quem se deu melhor, logo aos 15 minutos, foi o Cruzeiro. Depois de boa jogada, o lateral Mayke cruzou na medida para Marcelo Moreno acertar uma linda bicicleta e fazer 2 a 1 para o time mineiro. Ao fim do jogo, entrega do troféu e festa para o time da casa.

FICHA TÉCNICA:

CRUZEIRO 2 X 1 FLUMINENSE

CRUZEIRO – Rafael; Mayke, Manoel, Léo e Egídio; Lucas Silva, Nilton, Everton Ribeiro (Marlone), Ricardo Goulart e Willian (Judivan); Marcelo Moreno (Julio Baptista). Técnico: Marcelo Oliveira.

FLUMINENSE – Cavalieri; Diguinho, Guilherme Mattis (Kenedy), Elivélton e Chiquinho; Edson, Valencia, Conca (Walter) e Wagner; Rafael Sóbis e Fred. Técnico: Cristóvão Borges.

GOLS – Fred, aos 34, e Nilton, aos 45 minutos do primeiro tempo. Marcelo Moreno, aos 15 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO – Raphael Claus (SP).

CARTÕES AMARELOS – Willian (Cruzeiro); Elivélton, Valência, Diguinho (Fluminense).

RENDA – R$ 2.661.430,00.

PÚBLICO – 45.809 pagantes.

LOCAL – Estádio Mineirão, em Belo Horizonte (MG).