Apresentado oficialmente nesta quarta-feira, Cuca avisou que chega ao Cruzeiro com o objetivo de conquistar o título do Brasileirão. O treinador, que elogiou o trabalho do seu predecessor Adilson Batista, avalia que terá tempo para recuperar o time e impor o seu estilo durante o recesso da Copa do Mundo.

“Sabemos que o Cruzeiro recente é vitorioso, ganhador. Claro que toda grande equipe passa por um mau momento e isso está sendo vivenciado. Mas com essa parada a gente tem tudo para dar uma retomada e iniciar bem o segundo semestre, como o presidente falou, em busca do título Brasileiro”, declarou o novo técnico, minimizando o momento ruim do time na temporada.

O Cruzeiro tem desanimado a torcida com seus resultados nos últimos meses. Depois de ser eliminado nas quartas de final da Copa Libertadores e na semifinal do Campeonato Mineiro, o time ocupa apenas a 11.ª colocação do Campeonato Brasileiro

Por essa razão, Cuca acredita que o recesso da Copa vem em bom momento para acertar a equipe. “Quanto mais fortalecida a equipe estiver, melhor, porque o pessoal aprendeu a disputar o Campeonato Brasileiro desde o começo. Você não pode perder tempo. Nessa parada vai dar para mesclar tudo. Quem tem que contratar, se tiver que sair alguém o momento é agora. É trabalhar”, pregou.

Cuca acrescentou que aproveitará a “herança” de Adilson Batista para dar início ao seu trabalho no Cruzeiro. “A ideia é aproveitar tudo de bom que o Adilson deixou, e foram muitas coisas, e seguir em frente, lógico que com a minha mentalidade”, ponderou.

Os primeiros jogos de Cuca no comando do time acontecerão nos Estados Unidos, onde a equipe fará uma excursão durante o recesso. “Acho que está bem planejado. O Cruzeiro sai para jogar nos Estados Unidos pelo período de dez dias e retorna. Lógico que, como todas as outras equipes, tem que dar uma caída na parte física, para depois retomar”, disse.