O nigeriano Brown Ideye propiciou o lance mais bonito da Copa Africana de Nações até aqui, com uma linda assistência de calcanhar, mas o lance não foi suficiente para garantir uma vitória de sua equipe na estreia da competição. Isso porque no último segundo Alain Traoré marcou e garantiu o empate em 1 a 1 com Burkina Faso, em Nelspruit.

No lance, Brown Ideye recebeu pela meia-direita e fez o pivô de uma forma peculiar, dando um toque de primeira, de calcanhar. A diferença para os lances comuns é que o meia do Dynamo Kiev ergueu o pé até a altura da bacia para dar o toque. O passe foi até Emenike, que se antecipou ao goleiro, se esticou todo e abriu o placar, aos 22 minutos.

Mas Burkina Faso não desistiu e buscou o empate quase aos 49 minutos. Após troca de passes na área nigeriana, Pitroipa rolou para o meio, a zaga falhou e Alain Traoré marcou, para desespero dos nigerianos.

Mais cedo, a atual campeã, Zâmbia, apenas empatou em 1 a 1 com a Etiópia. Logo aos 25 minutos, o etíope Said perdeu pênalti, que Mweene pegou. Dois minutos depois, o goleiro Tassew fez falta violentíssima e foi expulso, deixando o Etíope com um jogador a menos. No último lance do primeiro tempo Mbesuma, abriu o placar. Mas Adane Girma deixou tudo igual na segunda etapa. Assim, os quatro times estão empatados após a primeira rodada do Grupo C.