Além de ser investigado pela acusação de estupro pela modelo Najila Trindade, o atacante Neymar tem enfrentado mais uma complicação em sua vida. De acordo com o jornal Folha de São Paulo, o jogador teve 36 imóveis bloqueados pela Justiça devido a um processo por sonegação fiscal.

Duas mansões de luxo, que ficam em Santos e são usadas pela família de Neymar, também foram incluídas no processo. O atleta não teria pago cerca de R$ 69 milhões. Segundo aponta a reportagem, os imóveis que foram bloqueados estão espalhados por algumas cidades brasileiras, como Itapema-SC, São Paulo, Guarujá, Praia Grande e São Vicente.

+ Relembre: Neymar é acusado de estupro por modelo

A sonegação fiscal teria ocorrido na transferência de Neymar do Santos para o Barcelona. O clube espanhol havia pago 40 milhões de euros a uma empresa do pai do atleta. Entretanto, a Justiça considera que o dinheiro foi para o jogador. Com isso, a tributação deveria ter sido de 27,7% (taxa), ao contrário dos 17% cobrado (taxa para empresas).

Com os bloqueios, Neymar fica impedido de vender os imóveis. Porém, o uso está liberado.