O técnico Ney Franco comemorou ontem mais um título conquistado no Estado do Paraná. Após ser campeão paranaense e Brasileiro da Série B pelo Coritiba, ele passou a ser oficialmente cidadão honorário de Curitiba.

Mineiro de Vargem Alegre, o treinador conquistou a confiança da direção alviverde mesmo com o rebaixamento em 2009, ficou para recuperar o clube e também caiu nas graças da torcida.

Agora, na seleção, ele mantém sempre um olhar sobre o time que deixou para Marcelo Oliveira e mereceu a comenda formulada pelo vereador Felipe Braga Côrtes.

“Posso dizer que é mais um título na carreira. O que está acontecendo aqui hoje (ontem à noite) é fruto do meu trabalho no Atlético e no Coritiba e fez com que eu recebesse esse título”, apontou o treinador, que é coordenador das categorias de base da seleção e treinador da seleção sub-20. Para ele, é um orgulho passar a ser um curitibano. “Além de ter uma filha que nasceu aqui, que é a Eduarda, eu posso ter esse título. É uma cidade que eu respeito e ela respeitou muito o meu trabalho também e é uma cidade que tem me tratado com muito carinho e fico feliz com essa homenagem”, destacou.

No domingo, ele esteve no Couto Pereira para acompanhar o clássico Coritiba x Paraná. “Fiquei numa situação bem confortável, lá de cima acompanhando o jogo, mas é melhor ficar na área técnica onde você controla mais as emoções trabalhando na área técnica”, brincou.

Mesmo assim, ele não foi um mero espectador. “Torci pelos meus amigos, pelo Coritiba, mas também vim com trabalho de treinador de seleção e para ver o Kelvin, que é um jogador que estamos vendo com carinho para as próximas convocações e acho que jogou bem e tem um futuro promissor”, revelou.