Rio de Janeiro  – Sem nenhuma surpresa, o técnico Carlos Alberto Parreira anunciou ontem uma lista com 17 jogadores convocados para atuar nos próximos dois jogos pelas Eliminatórias da Copa do Mundo.

O Brasil encara o Peru, dia 16 de novembro, em Lima, e o Uruguai, dia 19, em Curitiba.

A lista, curta, deixa espaço para a convocação de cinco atletas que atuam no futebol brasileiro. É provável que a convocação fique completa com a mais um goleiro, dois meio-campistas e dois atacantes.

Na última convocação, para o amistoso contra a Jamaica, em Leicester, a lista esteve repleta de “gringos”. Dos 20 convocados, o único que atuava no futebol brasileiro era o goleiro Júlio César, do Flamengo.

Uma das ausências sentidas foi o meia Kléberson, do Manchester United. Ausente das últimas listas do treinador, devido a uma contusão no ombro, ele segue fora da equipe canarinho, apesar de ter se recuperado.

A Seleção Brasileira está na liderança isolada das Eliminatórias, com seis pontos ganhos. Os pentacampeões estrearam com vitória por 2 x 1 sobre a Colômbia, em Barranquilla, e em seguida bateram o Equador por 1 x 0, em Manaus.

Consolo

Carlos Alberto Parreira, procurou tranqüilizar o volante Kléberson, do Manchester United, durante a convocação de ontem. “Conversamos com o Kléberson e vimos que ele está recuperado da contusão (sofreu luxação no ombro). Só que ele não joga há muito tempo e precisamos de jogadores bem fisicamente”, explicou. A ausência de Kléberson justifica a convocação de Juninho Pernambucano, do Lyon, novidade da lista.

Ainda não será dessa vez que a boa fase do atacante Robinho o levará à seleção brasileira principal. O técnico Carlos Alberto Parreira fez questão de baixar a bola de entusiastas que clamam pela convocação do jogador do Santos. “Não podemos agir com emoção. O Robinho tem talento, mas só que ele tem etapas a cumprir”, disse. O treinador acha que ele pode ser primeiro aproveitado nas seleções inferiores (sub-20 e sub-23). “Depois que ele passar por essa competições estará amadurecido o suficiente para atuar na seleção principal”.

Parreira fez mistério se vai ou não convocar o goleiro Marcos, do Palmeiras, na lista complementar dos jogadores que atuam no Brasil, terça-feira próxima, para enfrentar Peru e Uruguai pelas eliminatórias sul-americanas ao Mundial 2006. Entre os atletas que atuam no exterior, ele só convocou Dida para a posição. “Nós estamos discutindo esse assunto e ainda não decidimos o que vamos fazer”, despistou.