Pela primeira vez, Nelson Piquet, o pai, vai ver uma corrida de F-1 de Nelson Piquet, o filho. Mas, bem a seu estilo, o tricampeão do mundo, que esteve ontem no autódromo de Barcelona, deixou Nelsinho de lado e resolveu elogiar outro moleque: Pedro, de oito anos, que começou a correr de kart. ?É o melhor da família?, garantiu. ?Começou vencendo. O Nelsinho demorou um pouco para engrenar no kart. Pedro já pegou a mão logo de cara.?

Piquet não esteve nos GPs da Austrália, Malásia e Bahrein, as três primeiras etapas do Mundial deste ano. Depois de conduzir o filho até a F-1, montando equipes para que ele corresse nas séries de base, cumpriu o que sempre prometera: daquele ponto em diante, não poderia fazer mais nada e deixaria o futuro a cargo do talento de Nelsinho. Que considera suficiente para, um dia, conquistar um título. ?Ele foi campeão em todas as categorias, menos na GP2?, justificou a confiança.

Na pista, ontem, Nelsinho deixou o pai orgulhoso. Foi segundo colocado no treino livre da tarde, atrás apenas da Ferrari de Kimi Raikkonen. ?O carro melhorou, mas não tanto quanto parece?, falou o piloto da Renault. ?A verdade, mesmo, a gente só vai ver na classificação.?

Hoje, portanto, no treino que define o grid para o GP da Espanha, a partir das 9h de Brasília, é que será possível quantificar a melhora da Renault. Fernando Alonso ficou em terceiro ontem à tarde e também demonstrou certo ceticismo quanto ao real poder de seu carro. ?Eu estava bem atrás no treino, e no fim coloquei pneus novos e andei com pouca gasolina?, disse.

Piquet, o pai, foi o centro das atenções no paddock catalão ontem. Falou sobre o recorde que Rubens Barrichello está prestes a bater, de corridas disputadas, e deu uma alfinetada no brasileiro. ?Precisavam arranjar um recorde para ele, encontraram esse?, falou, acrescentando que o maior mérito do piloto ?é ter paciência para ficar tanto tempo aqui?.

Nelson também comentou o escândalo sexual envolvendo o presidente Max Mosley, da FIA. ?Fiquei decepcionado?, disse, fazendo uma pausa. ?Porque ele não convidou ninguém para a festa!? O velho Piquet, como se vê, continua com a língua em forma.