enkontra.com
Fechar busca

De Letra

Nelsinho Piquet festeja bom ano

  • Por Redação O Estado Do Paraná

São Paulo – O piloto brasileiro Nelsinho Piquet, da Piquet Sports, teve em 2004 um de seus mais importantes anos desde que iniciou a carreira esportiva, em 1993, aos 8 anos de idade. Com um desempenho excelente, ele conquistou a disputadíssima Fórmula 3 Inglesa, categoria escola mais importante do automobilismo mundial e uma das principais portas de entrada para a Fórmula 1.

Com seis vitórias, cinco poles e 11 voltas mais rápidas de pista, Nelsinho se tornou o mais jovem campeão de toda a história da categoria, com 19 anos e dois meses, e conquistou de vez o reconhecimento do público, da imprensa e de especialistas de dentro e fora das pistas. "É muito gratificante ver que tanto trabalho duro deu resultado. Os dois anos que passei na F3 Inglesa foram uma batalha diária, tanto na busca por um bom acerto para o carro quanto no aprendizado das pistas e das particularidades da categoria. Foi uma conquista muito importante. Vencer esse campeonato é um sonho de todos os pilotos que almejam um lugar de destaque no automobilismo mundial. Esse título me deu muita visibilidade, me abriu portas e será essencial na minha caminhada rumo à Fórmula 1", afirmou Nelsinho.

Segundo Nelsinho, o excelente resultado em 2004 deve-se também ao eficiente trabalho realizado pela equipe Piquet Sports. A equipe brasileira, com uma estrutura enxuta, foi extremamente competente na busca pelo acerto ideal para cada um dos circuitos do campeonato. "A dedicação de todos no time foi imprescindível para que eu fosse não só campeão, mas também o piloto mais rápido do campeonato. Apesar de sermos menos experientes que as outras equipes, que estão há anos na categoria, conseguimos realizar um trabalho diferenciado. Fazia 26 anos que nenhuma equipe estrangeira era campeã da Fórmula 3 Inglesa", destacou Nelsinho.

O ano de Nelsinho Piquet também foi marcado pela segunda experiência do piloto com um carro de Fórmula 1. Em fevereiro, o piloto realizou dois dias de testes com a BMW Williams, no circuito da Catalunha, em Barcelona, na Espanha. Nelsinho teve um excelente desempenho nas pistas e saiu bastante elogiado pelo engenheiro-chefe da escuderia, Sam Michael, que disse ter ficado "impressionado" com o piloto, principalmente com o excelente feedback dado aos mecânicos da equipe.

Nelsinho, em 2004, também participou de várias corridas extracalendário, como os GPs de Fórmula 3 de Zandvoort (Holanda) e Macau (China) e da primeira edição do SuperPrix do Bahrein, realizado no circuito de Sakhir, sede do recém-criado Grande Prêmio do Bahrein de Fórmula 1. O piloto também esteve presente como convidado na sétima etapa da Porsche Michelin Supercup, uma das competições mais importantes do mundo entre carros exatamente iguais. Outra participação importante do piloto foi no tradicional Goodwood Revival Meeting, evento que recria o ambiente das corridas entre os anos de 1948 e 1960, quando o circuito de Goodwood era um dos mais importantes e ativos da Grã-Bretanha. Nelsinho pilotou um MG Manette 1950 e um Fórmula 1 histórico, o Lotus 24 1960 que foi pilotado pelo bicampeão escocês Jim Clark.

Em 2005, Nelsinho participará da GP2 Series, categoria recém-criada pela Federação Internacional de Automobilismo (FIA) com objetivo de preparar pilotos e revelar talentos para a cobiçada Fórmula 1. O piloto competirá pela escuderia Hitech-Piquet Sports e terá como companheiro de equipe Xandynho Negrão. Será o campeonato de maior visibilidade para quem busca uma vaga na categoria mais importante do automobilismo mundial, já que as provas serão disputadas nas preliminares de todas as etapas da Fórmula 1 na Europa.

Siga a Tribuna do Paraná
e acompanhe mais novidades

Deixe um comentário

avatar
300

Seja o Primeiro a Comentar!


wpDiscuz

Últimas Notícias

Mais comentadas