A presença de alguns dos principais nomes do basquete na Olimpíada do Rio, em 2016, ganhou uma oposição. O comissário da NBA, David Stern, revelou que não está seguro se é conveniente que os astros da liga norte-americana de basquete continuem participando dos Jogos Olímpicos.

Stern e o subcomissário Adam Silver disseram que a NBA está comprometida com a participação dos seus principais jogadores na Olimpíada de Londres, mas depois vai considerar a possibilidade de que os veteranos somente sejam convocados para a seleções que disputem o Mundial, enquanto que os Jogos só contariam com jogadores de no máximo 23 anos, como já acontece no futebol.

“Nós achamos que o futebol internacional tem um excelente modelo, que nesse caso é a Copa do Mundo, o maior evento esportivo do planeta a cada quatro anos. Em outros anos, com algumas exceções, eles jogam com equipes Sub-23, mesmo nos Jogos Olímpicos”, disse Silver.

Essa discussão seria realizada posteriormente com a Federação Internacional de Basquete. Essa mudança, assim, poderia ocorrer para a Olimpíada do Rio, em 2016. Os jogadores da NBA começaram a competir nos Jogos de 1992, em Barcelona, com o famoso “Dream Team”, que contava com astros como Michael Jordan, Magic Johnson e Larry Bird. Em Londres, os Estados Unidos serão representados por uma equipe que deve contar com Kobe Bryant e LeBron James.