Começa nesta terça-feira a temporada 2010/11 da principal liga de basquete do mundo, a NBA. Trinta equipes, divididas em seis divisões e duas conferências, brigarão pelo título da competição, que será definido apenas em junho, após uma maratona de jogos. E todas as atenções do campeonato estão concentradas no Miami Heat, que montou um time de astros, ao contratar LeBron James e Chris Bosh. Assim, deve lutar para ser o campeão contra outros dois grandes favoritos: Los Angeles Lakers e Boston Celtics.

Depois de disputar as suas sete primeiras temporadas no Cleveland Cavaliers, sem ganhar um título sequer, o superastro LeBron James resolveu trocar de equipe. Mas teve uma saída bastante conturbada, irritando os antigos fãs. Agora, jogará ao lado de Chris Bosh, que veio do Toronto Raptors, e de Dwyane Wade, que recusou propostas para sair e optou por formar essa verdadeira seleção no Miami Heat. Para compor o elenco, jogadores experientes como Zydrunas Ilgauskas e Jerry Stackhouse também chegaram.

O principal adversário do Miami Heat na Conferência Leste deve ser o tradicional Boston Celtics, franquia com o maior número de títulos da NBA: 17. Finalista no campeonato passado, quando perdeu para o Los Angeles Lakers, o time renovou com duas de suas principais estrelas, Ray Allen e Paul Pierce, manteve o experiente Kevin Garnett e reforçou seu garrafão, ponto fraco na última temporada, com os veteranos Jermaine O’Neal e Shaquille O’Neal.

Ainda na Conferência Leste, outras duas equipes aparecem como possíveis candidatas ao título. O Orlando Magic, do pivô Dwight Howard, permanece com sua base vencedora, que conta com o armador Jameer Nelson e os alas Vince Carter e Rashard Lewis – com eles, chegou às finais de conferência na temporada passada. Sua única contratação relevante foi o experiente ala Quentin Richardson, que estava no Miami Heat.

Já o New York Knicks reformou seu elenco. Perdeu David Lee, principal destaque do time nas últimas temporadas, mas trouxe Amare Stoudemire, ex-Phoenix Suns. A franquia ainda tenta contratar o ala Carmelo Anthony, que quer deixar o Denver Nuggets. Caso consiga a contratação, irá se tornar candidata ao título.

Com as principais estrelas na Conferência Leste, o lado do Oeste fica um pouco enfraquecido nesta temporada. Atual bicampeão da NBA, o Los Angeles Lakers não deve ter dificuldade para voltar à decisão do campeonato. O quinteto titular permaneceu na equipe, incluindo o astro Kobe Bryant e o pivô espanhol Paul Gasol. Além deles, o técnico Phil Jackson continua no cargo, para tentar ampliar seu recorde de títulos na liga norte-americana – já são 11.

Apesar da superioridade do Los Angeles Lakers, alguns times aparecem como possíveis adversários na Conferência Oeste. Com um elenco jovem, o Oklahoma City Thunder deu trabalho na temporada 2009/10, quando chegou aos playoffs, sendo derrotado na primeira rodada justamente pelo Lakers. Dessa vez, porém, promete ir ainda mais longe, sob o comando de Kevin Durant, que brilhou na seleção dos Estados Unidos que conquistou o título mundial na Turquia.

Se conseguir manter Carmelo Anthony, que pode ir para o New York Knicks, o Denver Nuggets também é uma força importante da Conferência Oeste. Outros destaques são Phoenix Suns, San Antonio Spurs, Houston Rockets e Dallas Mavericks. Mas, aparentemente, nenhum deles deve ser capaz de evitar outra caminhada vitoriosa do Los Angeles Lakers.

BRASILEIROS – Apesar de aumentar sua participação na NBA, agora com quatro jogadores, o Brasil deve ter um papel coadjuvante nesta temporada. Nenê, Leandrinho e Anderson Varejão estão em equipes enfraquecidas, enquanto o novato Tiago Splitter ainda terá que se ambientar ao jogo da liga norte-americana.

Envolvido numa troca com o turco Hedo Turkoglu, Leandrinho deixou o Phoenix Suns e foi para o Toronto Raptors. Na nova equipe, terá mais minutos em quadra, mas as chances de vitória diminuem bastante. Anderson Varejão, por sua vez, continuou no esvaziado Cleveland Cavaliers, que perdeu LeBron James e não briga mais pelo título.

Brasileiro com mais tempo na NBA – desde 2002 -, Nenê também segue na mesma equipe. Será novamente titular, mas o Denver Nuggets não parece ter força para buscar o título, principalmente se perder Carmelo Anthony. Enquanto isso, Tiago Splitter chega ao San Antonio Spurs, onde pode formar uma boa dupla com Tim Duncan no garrafão – por ser novato, no entanto, deve demorar para se firmar no time.

RODADA – A maratona de jogos – são 82 de cada equipe na temporada regular – tem início na noite desta terça-feira. Logo de cara, dois dos principais candidatos ao título se enfrentam: o Boston Celtics recebe o Miami Heat. As outras partidas do primeiro dia da NBA serão Los Angeles Lakers x Houston Rockets e Portland Trail Blazers x Phoenix Suns.