O espanhol Rafael Nadal sofreu neste sábado, mas conseguiu superar o letão Ernests Gulbis, grande surpresa do Masters 1000 de Roma, e garantiu vaga na decisão do torneio. O número três do mundo, que não perdia um set no saibro há oito jogos, precisou de 2h47min e três sets para bater o rival, por 6/4, 3/6 e 6/4.

Atual campeão, Nadal vai buscar seu quinto título em Roma diante do compatriota e freguês David Ferrer. No confronto direito, Nadal sofreu apenas três derrotas para o rival deste domingo – a última delas em 2007 – e acumula dez vitórias. Para chegar à final, Ferrer superou o também espanhol Fernando Verdasco.

Nadal entrou em quadra neste sábado embalado por oito vitórias consecutivas e sem perder sets, contando as partidas do Masters de Montecarlo, onde foi campeão, e as de Roma. Tal campanha, porém, não intimidou Gulbis, algoz de Roger Federer logo na segunda rodada.

Mas, assim como aconteceu no duelo contra o número 1, o letão, de apenas 21 anos, mostrou nervosismo em quadra. E acabou perdendo o saque logo no primeiro game da partida. Nadal aproveitou a vantagem e, com certa dificuldade, fechou o primeiro set.

Gulbis reagiu na parcial seguinte e faturou sua primeira quebra logo no início. Daí em diante, mostrou força no saque (foram 14 aces em toda a partida, contra nenhum do espanhol) e confirmou seus serviços com tranquilidade. Conseguiu ainda 50 bolas vencedoras, diante de apenas 17 do número três do mundo, em todo o jogo.

O letão continuou melhor no começo do terceiro set e quase abriu vantagem no primeiro game de saque do rival. Nadal se defendeu bem e passou a levar maior perigo para Gulbis, que precisou salvar cinco break points. Contudo, o número 40 do ranking não aguentou a pressão no décimo game, onde esteve no saque, e cedeu três match points para o espanhol, que não vacilou e fechou o jogo.