A imagem de Rafael Nadal recebendo atendimento médico no abdômen, no chão da quadra Arthur Ashe Stadium, preocupou seus torcedores no US Open. A expressão de dor do espanhol lembrou suas últimas contusões no joelho, mas o tenista se apressou em dizer que está bem e é candidato ao inédito título do torneio.

Na vitória por 3 sets a 0 sobre o compatriota Nicolas Almagro, Nadal começou a sentir dificuldades para sacar, por conta de fortes dores no abdômen e decidiu chamar o médico do torneio. Após alguns minutos de massagem, ele voltou para quadra e confirmou sua classificação às oitavas de final.

“Dentro de dois dias estarei em quadra. Estou em boas condições físicas”, garantiu Nadal. “Vim aqui para dar o meu melhor e tenho incentivos suficientes para querer jogar bem. Isso é um Grand Slam”, completou.

Por conta das dores no joelho, Nadal chegou a ficar dois meses sem competir. Nesse período, desfalcou a Espanha na Copa Davis, não pode defender o título em Wimbledon e, de quebra, ainda perdeu a liderança do ranking mundial da ATP para o rival Roger Federer.

“Não saberia dizer qual a minha forma agora, mas já entrei no torneio com 40% de minhas forças e acabei ganhando. Espero estar nas quartas de final na semana que vem”, disse Nadal.