Ainda sem perder sets em Barcelona, Rafael Nadal arrasou o canadense Milos Raonic neste sábado e se garantiu em mais uma final neste ano. O espanhol bateu o rival pelo placar de 6/4 e 6/0, em apenas 1h12min, em duelo adiado por algumas horas em razão do mau tempo na cidade catalã.

Na briga pelo seu 8º título no saibro de Barcelona, Nadal vai encarar o compatriota e “freguês” Nicolas Almagro na final. O “Rei do Saibro” nunca perdeu para o rival. Ele soma 9 vitórias consecutivas no retrospecto contra o atual número 12 do ranking, que avançou ao eliminar o alemão Philipp Kohlschreiber, por 6/2 e 6/1.

No domingo, Nadal vai disputar sua sexta final do ano, completando o feito de chegar à decisão em todos os torneios que disputou na temporada até agora. São três títulos e dois vice-campeonatos, o último deles diante do número 1 do mundo Novak Djokovic, no Masters 1000 de Montecarlo, no domingo passado.

De quebra, Nadal conquistou neste sábado sua 608ª vitória no circuito da ATP, igualando marca do sueco Bjorn Borg, uma das lendas do tênis. Por coincidência, Borg atingiu esse número quando também tinha 26 anos, idade de Nadal. O espanhol é o segundo tenista com mais triunfos ainda em atividade. Só está atrás de Roger Federer, com 891.

No duelo contra Raonic, o espanhol só encontrou certa dificuldade para se impor no primeiro set. Chegou a perder o saque por uma vez. Mas não se abalou e, com duas quebras, superou o canadense e abriu vantagem no placar.

Raonic demonstrava cansaço por causa das duas partidas que disputou e venceu na sexta, em razão do atraso na programação, consequência da chuva. Nadal também teve rodada dupla, mas venceu suas partidas com maior rapidez.

O segundo set do confronto deste sábado, então, encontrou Nadal com maior fôlego e com maior disposição para encerrar a semifinal com velocidade. E, assim, o espanhol empilhou três quebras seguidas e aplicou um “pneu” no adversário na segunda parcial, confirmando o favoritismo.