Com o retorno de Fred e noite inspirada de Walter, o Fluminense goleou o Boavista por 4 a 1, na noite deste sábado, no Maracanã. O atacante da seleção e do Fluminense, após ficar por três jogos fora de campo, voltou à equipe, se esforçou bastante, mas a condição física ainda não era das melhores. Mas Walter, que entrou apenas aos 29 do segundo tempo, sob pedidos da torcida, conseguiu marcar duas vezes.

Com o resultado, o time tricolor segue na liderança do Campeonato Carioca, com 19 pontos. A próxima partida do time das Laranjeiras será na quarta-feira, contra o Macaé, no Estádio Cláudio Moacyr de Azevedo, em Macaé.

A partida deste sábado começou bastante equilibrada, com as duas equipes tocando bem a bola e arriscando pouco. A primeira jogada de ataque do Fluminense só ocorreu aos 10 minutos, quando Bruno cruzou a bola para área do Boavista, a defesa se atrapalhou, e a bola sobrou para Rafael Sóbis que, com o goleiro batido, chutou em cima do marcador. Aos 20, foi a vez de o Boavista atacar. Daniel cobrou uma falta da intermediária, e Diego Cavalieri, ao errar o tempo da bola, espalmou para trás e por pouco não fez contra.

A partir daí a partida ficou mais aberta, com boas oportunidades para as duas equipes. Aos 23, Carlinhos lançou na área, Conca escorou a bola, que passou muito perto da trave. Em seguida, após bobeira de Jean, André Luís carregou em velocidade pela ponta e alçou a bola na área para Gilcimar fazer de cabeça. Jean ainda tentou se redimir, aos 26, o meia deu um belo passe que deixou Fred de frente com o goleiro, mas o atacante finalizou para fora.

O primeiro tempo estava mesmo complicado para Fred. Aos 38, o atacante sofreu um pênalti que ele mesmo bateu forte no canto, mas a bola acertou a trave, frustrando os tricolores. Mas, se a noite não estava boa para Fred, Conca tratou de recolocar o Fluminense no jogo. Aos 43, Rafael Sóbis fez boa jogada pela ponta e cruzou para a área, Conca se antecipou ao defensor e cabeceou para marcar o gol de empate.

O início da segunda etapa foi dominado pelo Fluminense. Aos 8 minutos, Elivélton cruzou para área, Getúlio Vargas afastou mal e quase fez contra. Aos 19, Conca fez um bom cruzamento para Carlinhos, que deixou para Rafael Sóbis chutar de primeira e marcar o gol da virada.

Aos 32, o Boavista reagiu. Em cobrança de falta na meia-lua do Fluminense, Thiaguinho bateu com efeito e Cavalieri espalmou para fora a bola que ia no ângulo. Imediatamente depois, o escanteio foi cobrado para Gilcimar, que, de primeira, bateu forte no travessão.

Mas, soberano, o Fluminense tratou de liquidar o resultado. Aos 36, Carlinhos chutou mal para o gol, e a bola sobrou para Walter cabecear e fazer o terceiro. E Walter estava mesmo cheio de vontade de mostrar serviço. Aos 45, o Fluminense fez uma boa troca de passes e o atacante recebeu sozinho para marcar o quarto da goleada do Fluminense.

FICHA TÉCNICA:

FLUMINENSE 4 X 1 BOAVISTA

FLUMINENSE – Diego Cavalieri; Bruno, Gum, Elivelton e Carlinhos; Valencia, Diguinho, Jean e Conca (Wagner); Rafel Sobis (Walter) e Fred (Chiquinho). Técnico: Renato Gaúcho.

BOAVISTA – Getúlio Vargas; Thiaguinho(Kauê), Gustavo, Bruno Costa e Romarinho; Rômulo, Douglas Pedroso, Daniel (William Maranhão)e Cascata (Romário); André Luis e Gilcimar. Técnico: Américo Faria.

GOLS – Gilcimar, aos 25, e Conca, aos 43 do primeiro tempo; Rafael Sóbis, aos 18, e Walter, aos 36 e 45 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO – Marcelo de Lima Henrique (RJ).

CARTÃO AMARELO – Bruno Costa, André Luís, Thiaguinho, Rômulo e Diguinho.

RENDA – Não disponível.

PÚBLICO – 13.582 pagantes (17.512 presentes).

LOCAL – Maracanã, no Rio de Janeiro.