Náutico e América-MG estrearam em jogo de poucas emoções pela Série B do Campeonato Brasileiro nesta sexta-feira. Com portões fechados na Arena Pernambuco, no Recife, devido a uma confusão no último jogo da competição no ano passado, o time da casa foi dominado, mas segurou o empate por 0 a 0.

O jogo começou em ritmo lento e com poucas jogadas de perigo. Mesmo em casa, o Náutico não conseguia tomar a iniciativa. Sofrendo com problemas financeiros, o time pernambucano perdeu grande parte de seus principais jogadores e atua com uma equipe jovem e de pouca experiência para uma competição difícil como a Série B.

Se aproveitando da fragilidade do adversário, o América-MG tentou pressionar, mas sofria com a falta de criatividade de seus atletas de meio de campo. Se na primeira etapa Matheusinho não conseguiu articular jogadas de perigo para os visitantes, o técnico Enderson Moreira apostou na entrada de Felipe Amorim para a segunda metade do jogo e o time mineiro até cresceu de produção, mas ainda finalizava pouco.

Apesar da pressão americana, o goleiro Jeferson, do Náutico, praticamente não foi exigido. O volume de jogo dos visitantes não era transformado em lances agudos e o resultado final não poderia ser diferente do empate sem gols.

Na próxima sexta-feira, o América-MG recebe o Goiás no estádio Independência, em Belo Horizonte, pela segunda rodada. O Náutico volta a campo no sábado, dia 22, contra o Figueirense, no estádio Orlando Scarpelli, em Florianópolis.

FICHA TÉCNICA

NÁUTICO 0 x 0 AMÉRICA-MG

NÁUTICO – Tiago Cardoso (Jeferson); David, Nirley, Tiago Alves e Manoel; Darlan Bispo, João Ananias e Cal Rodrigues; Jefferson Nem (Jefferson Renan), Erick (Giva) e Alison. Técnico: Waldemar Lemos.

AMÉRICA-MG – João Ricardo; Alex Silva, Messias, Rafael Lima e Ernandes; Gustavo Blanco, Juninho, Matheusinho (Felipe Amorim), Ruy (Renan Oliveira) e Gerson Magrão; Pilar (Hugo). Técnico: Enderson Moreira.

CARTÕES AMARELOS – Giva (Náutico); Ernandes e Jefferson Renan (América-MG).

ÁRBITRO – Vinícius Furlan (SP).

RENDA E PÚBLICO – Jogo com portões fechados.

LOCAL – Arena Pernambuco, no Recife (PE).